Flávia Saraiva garante mais duas medalhas para o Brasil no Trofeo Città di Jesolo | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Flávia Saraiva garante mais duas medalhas para o Brasil no Trofeo Città di Jesolo

Ginasta foi ouro no solo e prata na trave na primeira competição internacional do ano para a Seleção Brasileira de GAF / Foto: Divulgação

Itália - A primeira competição internacional do ano para a Seleção Brasileira de Ginástica Artística Feminina terminou neste domingo (2), com saldo bastante positivo. O País, que levou quatro ginastas ao Trofeo Città di Jesolo, na Itália, encerrou o torneio amistoso com quatro medalhas e uma grande esperança no futuro.
 
Ontem, já havia sido vice-campeão por equipe e conquistou a prata com Rebeca Andrade no individual geral, hoje, na disputa por aparelhos, mais duas medalhas com Flávia Saraiva: ouro no solo e prata na trave. 
 
A equipe brasileira em Jesolo foi composta por um grupo bastante jovem. Carolyne Pedro, Flávia Saraiva, Rebeca Andrade e Thaís Fidelis se saíram muito bem no primeiro desafio do ciclo, demonstrando um grande potencial para os campeonatos quem vêm pela frente como etapas de Copa do Mundo, Mundial e Pan-Americanos, além, é claro, da preparação já visar aos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020. 
 
Na competição por aparelhos deste domingo, Flávia garantiu 13,900 no solo e ficou com o lugar mais alto do pódio, ao lado da norte-americana Abby Pulson, que obteve a mesma nota. A russa Angelina Malnikova, com 13,800, ficou com o bronze. Na trave, ela mais uma vez se saiu bem. Com 14,100, conquistou o segundo lugar, empatado com a francesa Marine Boyer. O ouro foi para Riley Mc Cuskey, dos Estados Unidos. 
 
Rebeca foi quinta colocada na barra (13,800), sexta na trave (13,350) e quarta no solo (13,550). 
 
Para o coordenador técnico das Seleções de Ginástica Artística, Marcos Goto, esse foi um bom início de ciclo. "Os resultados foram positivos para a primeira competição do ano. Temos um longo trabalho pela frente até Tóquio, mas certamente demos um bom primeiro passo. Agora serão semanas de avaliação de erros e acertos e de muito treinamento para as etapas de Copa do Mundo na Europa no próximo mês. Precisamos evoluir fisicamente e tecnicamente, e nos adaptarmos rapidamente ao novo código de pontuação. Mas, ficamos satisfeitos com o desempenho das atletas, pois tivemos um grupo bem jovem que representou bem o Brasil nesse importante é tradicional torneio na Itália", analisou.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook