Circuito Rei e Rainha do Mar volta para a praia de Copacabana para a disputa final

Poliana na largada /  Foto: Satiro SodréPoliana na largada / Foto: Satiro Sodré

Rio de Janeiro - Antes da celebração do natal, a famosa Praia de Copacabana será o palco da última etapa do Circuito Rei e Rainha do Mar 2018. O evento, que nasceu em Copa, é velho conhecido dos cariocas e promete muita emoção para os mais de 4.000 atletas esperados na Princesinha do Mar. As inscrições estão abertas pelo site:  www.reierainhadomar.com.br
 
Tradicionalmente, a etapa de dezembro acontece em dois dias. No sábado (22), serão realizadas as provas amadoras que contarão com natação, SUP, corrida, beach biathlon e com as provas kids (de 5 a 13 anos), de natação e corrida. E no dia 23 o Desafio Elite invade as areias, com 10 atletas profissionais se enfrentando divididos em duplas mistas em busca do título de Rei e Rainha do Mar 2018.
 
Originado em 2008 a partir do Desafio do Leme ao Pontal, uma prova de natação no mar com percurso de 35km, o Rei do Mar surgiu em 2009 e ganhou a adesão das Rainhas no ano seguinte, tornando-se, desta forma, o Rei e Rainha do Mar. Em 2017, o evento marcou a aposentadoria da medalhista olímpica de maratonas aquáticas Poliana Okimoto. Nesta etapa, que marcará o nono ano seguido do evento na praia de Copacabana, será a última etapa do Circuito Rei e Rainha do Mar de 2018.
 
Domingo, inclusive, também será a vez dos renomados atletas profissionais entrarem em ação para a disputa do Rei e Rainha do Mar que, desta vez, contará com transmissão ao vivo da TV Globo dentro do Esporte Espetacular.
 
A tetracampeã mundial de maratona aquática, Ana Marcela Cunha, conta um pouco da sua experiência no evento: “O Rei e Rainha do Mar é ímpar, diferente de qualquer evento. Colocar os atletas de elite lado ao lado dos atletas amadores é muito legal, sempre me divirto muito.” A Ana ainda ressalta o quanto é importante para a promoção do esporte a proximidade com o público no dia do Desafio Elite, e como isso é recompensador para os atletas também, que estão habituados a competir sem esse contato com os fãs e admiradores da modalidade. Para a etapa deste ano, a fera das águas abertas se diz animada: “É uma competição divertida, lógico que todos estão ali querendo vencer, mas também mais descontraídos e relaxados. Eu fico muito feliz sempre que a competição encaixa no calendário de provas e, com certeza, em dezembro estaremos aí na etapa de fim de ano do RRM.”
 
A competição amadora contará com provas de natação, SUP, corrida, beach biathlon e com as provas kids, de natação e corrida. Para os nadadores, serão quatro diferentes distâncias para escolher: Sprint (1km), Classic (2km), Challenge (3,5km) e o Super Challenge (10km). O beach biathlon é ideal para quem quer unir duas paixões, o percurso, que é de 1 km de natação no mar e 2,5 km de corrida na areia. A galera do SUP também poderá escolher, serão duas distâncias: 7 e 14 km. Para os pequenos, as provas de Corrida Kids são destinadas para crianças entre 5 e 13 anos, com distâncias que variam de acordo com a faixa etária, as de Natação Kids também variam, mas essas são para os que têm entre 9 e 13 anos.
 
Sobre o Circuito Rei e Rainha do Mar - Em 2008, Luiz Lima completou a nado o Desafio do Leme ao Pontal, um percurso de 35 km que é considerado uma das maiores travessias já realizadas no Brasil. O nadador recebeu então o título de “Rei do Mar”, o evento homônimo nasceu no ano seguinte. O circuito contava apenas com duas provas, a Travessia, para amadores, e o Desafio para os profissionais.
 
Dois anos depois, em 2010, o evento já consolidado no Brasil, fez sua primeira edição internacional do outro lado do oceano, em Portugal. No mesmo ano, o evento estreou as provas femininas, por isso recebeu o nome de “Rei e Rainha do Mar”, e o Desafio Elite passou a ser transmitido ao vivo na TV aberta. As distâncias das provas de natação estão em constante mudança, o circuito se adapta de acordo com a necessidade do local, apesar de ter suas provas tradicionais. Além de natação, desde 2012 o evento conta com provas de Beach Run e Sup, surgia aí o maior festival de esportes de praia do Brasil!
 
Grandes nomes da natação mundial passaram pelas nossas provas, como a norte-americana Haley Anderson, vice-campeã olímpica Londres 2012, o holandês Ferry Weertman, Campeão Olímpico Rio 2016, e a italiana Rachelle Bruni, vice-campeã Olímpica Rio 2016. Em 2015 e 2016, o evento viajou o país, passando pelas cidades de Florianópolis, Fortaleza, Ubatuba e Salvador. Em 2016 as crianças ganharam espaço no Rei e Rainha do Mar e desde então as provas kids são um sucesso. O destaque de 2017 foi para a última edição em dezembro, nas areias de Copacabana, com a aposentadoria da medalhista olímpica Poliana Okimoto no Desafio Elite.
 
Poliana se despediu da natação ao lado de grandes atletas brasileiros, como Ana Marcela, Allan do Carmo e Léo de Deus. O primeiro semestre de 2018 foi agitado, o circuito teve a primeira etapa do ano nas areias de Jurerê Internacional, depois viajou à capital federal para estrear na água doce e teve como palco da segunda etapa o belo Lago Paranoá. Para fechar o ano, o Rei e Rainha do Mar fará mais três etapas que prometem.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook