Brasil fica a um passo do pódio na Copa do Mundo de Ginástica Rítmica

Natália Gaudio obteve resultado histórico para o Brasil / Foto: DivulgaçãoNatália Gaudio obteve resultado histórico para o Brasil / Foto: Divulgação

São Paulo - O fim de semana foi, mais uma vez, muito bom para a ginástica rítmica brasileira. Em Portimão, a Seleção de Conjunto e a Individual fizeram ótimas apresentações e ficaram a apenas um passo do pódio na decisão por aparelhos, neste domingo, dia 13, da etapa portuguesa da Copa do Mundo da modalidade. 
 
O conjunto chegou a duas finais com excelentes classificações. Na decisão, tanto da série de cinco arcos quanto no conjunto misto (três bolas e duas cordas), a jovem equipe brasileira terminou na quarta colocação. Na prova de arcos somou 17,450 pontos e na de bolas e cordas 17,400. As duas notas deixaram a equipe muito próxima de uma medalha e com a certeza de que está no caminho certo. 
 
“Foi uma experiência incrível. Chegamos com um grupo renovado, meninas jovens que nunca competiram fora do país e conseguimos duas finais, terminando em ambas na quarta colocação e com notas acima dos 17 pontos. Estamos muito felizes. Vários árbitros vieram elogiar o nosso trabalho e a coreografia, revelou a treinadora do conjunto, Camila Ferezin. 
 
Como é natural, ela afirma que a equipe irá seguir treinando forte para se sair ainda melhor nos próximos desafios, lembrando que este ano o Brasil tem importantes compromissos como o Mundial e o Pan-Americano. “Agora é rever o que podemos melhorar, dificultar as coreografias e tente aumentar nossas notas de dificuldade. Tenho certeza que estaremos muito melhores para as próximas competições e continuaremos lutando para continuar entre os melhores do mundo”, acrescentou. 
 
Já muito feliz por ter conseguido o feito inédito de colocar a Seleção Individual pela primeira vez em uma final de Copa do Mundo, Natália Gaudio fez muito melhor. Também ficou a apenas uma posição do pódio na prova de fita, com 15,850 pontos. “Foi um sonho realizado”, frisou a técnica Monika Queiroz. “Estamos sem palavras. Além do resultado, a nota também subiu, o que nos deixa muito satisfeitas.”
 
A competição contou também com a participação da jovem Bárbara Domingos, acompanhada pela técnica Márcia Naves. 
 
Vale lembrar que essa é a segunda etapa de Copa do Mundo em sequência disputada pelo Brasil. Na semana passada, o País esteve representado pelas mesmas ginastas na etapa de Guadalajara, na Espanha.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook