Paulo André corre abaixo dos 10 segundos no Troféu Brasil Caixa

Paulo André de Oliveira   / Foto: Wagner Carmo/CBAtPaulo André de Oliveira / Foto: Wagner Carmo/CBAt

Bragança Paulista - Paulo André Camilo de Oliveira (Pinheiros) comprovou a sua excelente fase e confirmou o título de rei da velocidade do País ao vencer nesta quinta-feira (29/8) a prova dos 100 m do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, com o tempo de 9.90. 
 
É o primeiro brasileiro a correr a prova em menos de 10.00, mas a marca não será homologada porque foi obtida com a ajuda do vento (3.2), superando o limite de máximo de 2.0. O atleta nascido em Santo André (SP) e radicado em Vila Velha (ES) conquistou o tricampeonato da competição, no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA).
 
O atleta de 21 anos, completados no último dia 20, comemorou muito o resultado e correu na contramão na pista em busca do pai e treinador, Carlos José Camilo de Oliveira, para festejar a marca e o título. “Estou muito feliz porque a marca abaixo dos 10:00 está nas minhas pernas”, disse Paulo André. “Tenho certeza de que se o vento estivesse normal teria corrido em 9.97, 9.98. Fica um pouco de frustração, mas também dá mais confiança para o Mundial de Doha”, admitiu, referindo-se ao principal torneio da temporada, que será disputado de 27 de setembro a 6 de outubro, no Catar.
 
Embora adore os 100 m, Paulo André mostra maturidade ao comentar as chances do Brasil no Mundial. “Nossa realidade é o revezamento 4x100 m, prova em que podemos lutar por uma medalha. O objetivo é repetir o ouro do Mundial de Revezamentos de Yokohama, no Japão, e no Pan-Americano de Lima, no Peru”, lembrou. “Vamos participar de um camping em Bangcoc para afinar o entrosamento na troca de bastão.”
 
“O Paulo tem tudo para correr isso de novo. Ele está preparado fisicamente e mentalmente”, comentou Camilo, ex-velocista, muito emocionado no final da prova.
Derick de Souza (Pinheiros) ficou em segundo lugar, com 10.10, seguido de Vitor Hugo dos Santos (Orcampi Unimed), com 10.12. Nas semifinais, Vitor Hugo obteve o índice nos 100 m para o Mundial de Doha, na segunda série, ao correr a distância em 10.07 (1.6 m/s), também sua melhor marca pessoal.
 
O brasileiro mais rápido do Brasil, no ranking com a ajuda do vento, era Arnaldo de Oliveira, que em 1985, venceu os 100 m em 10.06 (7.7), no Japão.
Na final dos 100 m feminino foi a vez de Rosangela Santos (Pinheiros) conseguir a marca mínima para o Mundial. Ela venceu com 11.23 (1.6 m/s), superando os 11.24 exigidos pela IAAF.
 
“Estou extremamente feliz porque minha participação no Troféu Brasil não estava assegurada. Descobri na semana passada, que tenho uma pequena fratura por estresse na base da coluna e estou treinando no limite da dor”, disse Rosangela, que mora e treina nos Estados Unidos, com Rama Reider, técnico de Crhistian Taylor e Andre Degrassi. “Comecei a temporada só em fevereiro e fizemos uma preparação com muita calma, pensando na Olimpíada de Tóquio. Graças a Deus teremos O Mundial pela frente.”
 
Duas jovens atletas completaram o pódio: Lorraine Barbosa Martins (CT-DEO), com 11.36, e Ana Carolina Azevedo (Orcampi Unimed), com 11.41.
 
Os fãs do atletismo têm a opção de assistir a todas as provas da competição ao vivo pelo Canal Atletismo da TV NSports em sua plataforma de streaming. Nesta mesma plataforma ficarão todos os vídeos das competições. Para ter acesso às imagens, é entrar no site: https://canalatletismo.tvnsports.com.br ou baixar o app da TV NSports, tanto para Android como IOS.
 
Outra opção é acompanhar o Campeonato diretamente no Estádio do Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA). A entrada é gratuita para o público e a instalação fica na Estrada Municipal Antônio Franco de Lima, s/n (acesso pela Rodovia Alkindar Monteiro, km 50,5 – SP 063), no Bairro do Campo Novo.
 
Resultados desta quinta-feira
 
1500 m masculino
1) Carlos Oliveira Santos, Pinheiros - 3:45.52
2) Jean Carlos Machado, Pinheiros - 3:46.94
3) Guilherme Kurtz, APA-RS - 3:47.59
 
1.500 m feminino
1) Tatiane Raquel da Silva, IPEC - 4:30.06
2) July Ferreira da Silva, IPEC - 4:31.74
3) Kleidiane Barbosa Jardim, Orcampi Unimed - 4:32.49
 
10.000 m
1) Jenifer do Nascimento Silva, Pinheiros - 34:35.84
2) Tatiele Roberta de Carvalho, Pinheiros - 34:37.47
3) Joziane da Silva Cardoso, IPEC - 34:41.54
 
100 m masculino (3.2)
1) Paulo André de Oliveira, Pinheiros - 9.90
2) Derick de Souza Silva, Pinheiros - 10.10
3) Vitor Hugo dos Santos, Orcampi Unimed - 10.12
 
100 m feminino (1.6)
1) Rosangela Santos, Pinheiros - 11.23
2) Lorraine Martins, CT-DEO - 11.36
3) Ana Carolina Azevedo, Orcampi Unimed - 11.41
 
Lançamento do martelo masculino
1) Allan da Silva Wolski, Pinheiros - 71,07 m
2) Ralf Rei de Oliveira, Orcampi Unimed - 68,81 m
3) Luís Gustavo Aguiar da Silva, Orcampi Unimed - 66,54 m
 
10.000 m masculino
1) Ederson Pereira, Pinheiros - 29:35.62
2) Johnatas de Oliveira Cruz, Guarulhos - 29:47.19
3) Edson Amaro dos Santos, APA-Petrolina - 30:09.4710.000 m masculino
 
Veja Também: 
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook