Ex-presidente da IAAF é preso por participar de esquema de doping | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Ex-presidente da IAAF é preso por participar de esquema de doping

Lamine Diack / Foto: Jonathan Ferrey / Getty Images

Rio de Janeiro – O senegalês Lamine Diack, ex-presidente da IAAF (Federação Internacional de Atletismo, na tradução livre do inglês), foi detido em Paris sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro. O ex-dirigente estaria envolvido no esquema internacional que escondia resultados de exames de doping no atletismo.
 
As informações, da agência de notícias AFP, dão conta de que Lamine estava sendo investigado há 4 meses. A reportagem divulgada em agosto pela TV alemã ARD em conjunto com o periódico Sunday Times foi o estopim para que as investigações se aprofundassem no senegalês.
 
A matéria afirmava que a IAAF teria encoberto a maioria dos casos de doping na modalidade que dirigia, julgando só um terço dos que acusavam positivo nos exames. Ao todo, 12 mil resultados de doping deveria ter sido julgados, envolvendo 5 mil atletas, no período de 2001 a 2012.
 
No apanhado estariam também campeões olímpicos e mundiais. Apenas na última edição das Olimpíadas, em Londres 2012, dez medalhista de ouro teriam sido flagrados e omitidos pela IAAF. Há provas em que o pódio inteiro estava na lista, não divulgada pelos veículos. Usain Bolt, maior corredor de todos os tempos, não está entre eles, segundo a ARD e o Sunday Times.
 
Lamine Diack se retirou da presidência da IAAF após 16 anos, em agosto deste ano.
 
Veja Também: 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook