Brasil conquista prata por equipes no Pan-Americano de Cross Country

Gilberto, Johnatas e Daniel: Brasil, prata por equipe    / Foto: DivulgaçãoGilberto, Johnatas e Daniel: Brasil, prata por equipe / Foto: Divulgação

Canadá - A Seleção Brasileira de Cross Country comemorou a conquista da medalha de ouro no sábado (29/2), alcançada pelo gari mineiro Johnatas de Oliveira Cruz (Guarulhos-SP), nos 10 km adulto do Campeonato Pan-Americano de Cross Country, em circuito montado num campo de golfe da cidade de Langford, vizinha de Victoria, no Canadá.
 
No final, por equipes, o Brasil conquistou também a medalha de prata na categoria adulta masculina, com 19 pontos. Os Estados Unidos foram os campeões, com 12 pontos. O Canadá ficou em terceiro lugar, com 23.
 
Johnatas completou o percurso em 32:50, numa chegada emocionante em que mediu forças com queniano naturalizado norte-americano Antony Rotich, que ficou com a prata com o mesmo tempo do brasileiro. Johnatas projetou o corpo à frente e deixou o rival para trás na linha de chegada. O paulista Daniel Ferreira do Nascimento (ABDA-SP) ficou no oitavo lugar, com 33:43, enquanto o mineiro Gilberto Silvestre Lopes (Pé de Vento-RJ) terminou em 10º, com 34:05.
 
Nascido em São Pedro dos Ferros (MG), Jonathas trabalha das 18:30 às 00:40 na coleta de lixo, em Guaianazes, na Zona Leste de São Paulo. "Tenho tempo de fazer academia, de treinar na rua perto da minha casa em Cidade Tiradentes, de fazer pista duas vezes por semana na Ponte Grande, em Guarulhos.”
 
Johnatas mudou-se para São Paulo aos 12 anos. A paixão era o futebol e tentou a sorte em peneiras no São Caetano, Santo André e Corinthians. “Passei em todas, mas não tinha condições financeiras de me manter”, contou.
 
Então resolveu trabalhar para ajudar a família. Lavou carros, calibrou pneus, foi frentista e caixa em posto de gasolina. Em 2012, conseguiu emprego na EcoUrbis, empresa responsável pela coleta de lixo nas Zonas Sul e Leste de São Paulo. Desde 2005, a empresa promove um programa de incentivo aos funcionários que treinam atletismo. E aí o caminho foi natural. De tanto correr atrás do caminhão, resolveu se arriscar nas corridas de rua.
 
No Sub-20 feminino, o Brasil terminou em quarto lugar, com 34 pontos, atrás do Canadá, com 15, do Peru, com 18, e dos Estados Unidos, com 26.
 
"Sempre temos de agradecer a Caixa por acreditar no desenvolvimento do Brasil também pelo atletismo. Foi muito bom mandarmos uma delegação para o campeonato do Canadá e que positivo termos nesse início de ano olímpico mais um ouro e uma prata em mais uma competição internacional da Seleção Brasileira de Atletismo em 2020 (o Brasil venceu o Sul-Americano Indoor de Cochabamba)", afirmou Warlindo Carneiro da Silva Filho, presidente do Conselho de Administração da CBAt.
 
"Quero parabenizar toda a delegação brasileira, aos atletas, destacar o empenho dos treinadores, agradecer a todos os presidentes de federações. É uma vitória da comunidade do atletismo", acrescentou.
 
Veja Também: 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook