Com bronze, Kauiza Venancio obtém qualificação olímpica nos 200 m | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Com bronze, Kauiza Venancio obtém qualificação olímpica nos 200 m

Kauiza Venâncio / Foto: Carol Coelho/CBAtKauiza Venâncio / Foto: Carol Coelho/CBAt

Rio de Janeiro - A paranaense Kauiza Venancio conquistou a medalha de bronze nos 200 m do Campeonato Ibero-Americano Caixa de Atletismo, com o tempo de 23.18 (0.2), na manhã desta segunda-feira (16), no Estádio Olímpico do Engenhão, no Rio de Janeiro. Com o resultado, a velocista obteve o índice exigido (23.20) pela IAAF para a Olimpíada do Rio de Janeiro.
 
"Estava muito perto e finalmente desta vez o índice saiu", comemorou a atleta, que não tem dúvidas de que melhorará a marca até o Troféu Brasil, em julho. "A tendência é crescer na sequência dos treinos e das competições", disse Kauiza, de 28 anos.
 
Ela é a quarta qualificada na prova. Além dela, também têm a marca mínima exigida Rosangela Santos, Ana Claudia Lemos e Vitória Cristina Rosa. Só três poderão ser inscritas na Olimpíada. A CBAt chamará a campeã do Troféu Brasil Caixa e as duas mais bem colocadas no Ranking Brasileiro de 2016, dentre as que estejam qualificadas.
 
Na final da prova no Ibero-Americano, Franciela Krasucki sentiu uma lesão muscular na coxa direita, quando já estava na entrada da reta de chegada, e abandonou a prova. Foi atendida pelo serviço médico da competição. Ela será avaliada nos próximos dias para saber a gravidade da lesão.
 
Rosangela Santos não largou. Ela sentiu mal-estar após a semifinal de domingo, também precisou ser atendida pelos médicos. Em reunião com o técnico Carlos Alberto Cavalheiro, foi decidido poupar a atleta da final. "Ela ficou algum tempo sem se alimentar e logo após a prova, ela chegou a "apagar". Achamos melhor que ela descansasse", comentou o treinador.
 
A venezuelana Nercelis Soto ganhou a medalha de ouro nos 200 m, com 22.95, enquanto a equatoriana Angela Tenório ficou com a prata, com 23.13.
 
Altobeli Santos Silva conquistou a segunda medalha de ouro no torneio. Depois de vencer os 3.000 m com obstáculos, ele ganhou os 5.000 m, com 13:53.48. "Vou guardar este Ibero-Americano com carinho na minha memória", disse o corredor, qualificado para os Jogos Olímpicos nos 3.000 m. "Vi que a prova não estava com ritmo muito forte, que não iria dar para fazer uma marca boa e aí corri para a vitória. Não sou muito rápido, mas não sou tão lento. Acho que estou surpreendendo", afirmou o paulista de 25 anos.
 
O Brasil obteve outras duas medalhas de prata na quinta etapa: nos 110 m com barreiras, com Eduardo Rodrigues de Deus, com 13.56 (0.7), recorde pessoal, e no salto com vara, com Augusto Oliveira Dutra, com 5,30 m. "Estou numa fase muito forte de treinamento. Meu objetivo aqui era conhecer a área de salto e gostei muito", disse Augusto. "A pista e o encaixe são excelentes", concluiu.
 
Nos 200 m masculino, Bruno Lins ganhou o bronze, com 20.54 (0.3), garantindo o seu lugar no pódio. O dominicano Yancarlos Martinez e o espanhol Bruno Hortelano ficaram com o ouro e a prata, com 20.19 e 20.48, respectivamente.
 
Medalhas - No quadro geral de medalhas, o Brasil segue tranquilamente na liderança na competição. A seleção conquistou até agora 41 medalhas, sendo 13 de ouro, 12 de prata e 16 de bronze. A Argentina ocupa a segunda colocação, com nove medalhas (5, 1 e 3), seguida de Uruguai, com cinco (3,1 e 1), do Chile, com cinco (2, 1 e 2) e da República Dominicana, com quatro (2, 1 e 1). Após cinco das seis etapas disputadas, 16 países colocaram atletas no pódio.
 
Pódio 5ª etapa:
 
Salto com vara masculino
 
1º German Chiaraviglio (ARG) 5,60 m
2º Augusto Oliveira (BRA) 5,30 m 
3º Abel Curtinove (BRA) 5,20 m 
 
5.000 m masculino
 
1º Altobeli Silva (BRA) 13:53.48
2º Daniel Mateo (ESP) 15:58.11
3º Nicolas Cuestas (URU) 13:58.60 
 
200 m masculino (0.3)
 
1º Yancarlos Martinez (DOM) 20.19
2º Bruno Hortelano (ESP) 20.48 
3º Bruno Lins (BRA) 20.54
 
200 m feminino (0.2)
 
1º Nercellis Soto (ECU) 22.95
2º Angela Tenório (ECU) 23.13
3º Kauiza Venancio (BRA) 23.18 
 
110 m com barreiras (0.7)
 
1º Javier McFarlane (PER) 13.55
2º Eduardo de Deus (BRA) 13.56
3º Jorge McFarlane (PER) 13.64
 
Heptatlo
 
1º Alysbeth Felix (PUR) 5910 pontos
2º Avelis Aguilar (COL) 5887 pontos
3º Anna Cubas (PAR) 5748 pontos 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook