Com jeito de campeão

Seleção masculina de vôlei derrota a Rússia por 3 a 0 e se consolida no grupo de favoritos à medalha/ Foto: Alaor Filho/AGIF/COBSeleção masculina de vôlei derrota a Rússia por 3 a 0 e se consolida no grupo de favoritos à medalha/ Foto: Alaor Filho/AGIF/COB

Londres-  A seleção brasileira masculina de vôlei chegou na noite desta terça-feira, 31 de julho, à segunda vitória nos Jogos Olímpicos Londres 2012, ao bater a Rússia por 3 a 0 (25/21, 25/23 e 25/21), em 1h23m. Murilo foi o maior pontuador da partida, virando 13 bolas.
 
Com o resultado, a equipe de Bernardinho está em segundo lugar no Grupo B, atrás dos Estados Unidos, mas apenas por ter sofrido dois pontos a mais. Os atuais campeões olímpicos, por sinal, serão os adversários do Brasil na próxima rodada, nesta quinta-feira, novamente na arena de Earl’s Court.
 
‘’Superamos um belo obstáculo e acredito que agora nos inserimos no grupo dos favoritos. Mas vamos enfrentar um time americano que vem de duas vitórias por 3 a 0 e tem sido muito consistente. Precisamos estudar muito o jogo deles e manter a mesma atitude que mostramos em quadra hoje’’, disse Bernardinho.
 
O primeiro set foi muito equilibrado, com ambos os times alternando erros com jogadas precisas. Até que um ataque de segunda bola de Bruno deu uma vantagem de 20/18 para o Brasil, ampliada para 22/19 num contra-ataque de Sidão pelo meio. Dois ataques de Dante fecharam a série, em 26 minutos.
 
Dois saques de Lucas quebraram o passe russo o suficiente para que o Brasil abrisse 6 a 3 em apenas cinco minutos no segundo set. Com uma ajuda de um toque na rede do bloqueio, a vantagem subiu para 11/6 e para 12/7 num raro ataque do levantador brasileiro. Numa falha inacreditável de recepção russa, o Brasil abriu 14/8. A vantagem subiu para 21/14 quando o atacante Saatkamp por pouco não mandou a bola na arquibancada, mas os russos acertaram a mão no saque e contaram também com um pouco de desatenção do Brasil para encostar  em 22/21, mas um erro de ataque e um de saque deram o set ao Brasil, em 29 minutos.
 
Com uma postura mais agressiva, a Rússia conseguiu sair na frente no terceiro set, abrindo 6 a 3, mas virou com apenas um ponto de vantagem no primeiro tempo técnico (8 a7). Com um bloqueio de Murilo, o Brasil pela primeira vez passou à frente (12/11). Só que os russos voltaram à frente (19/17) num ataque e num bloqueio sobre Lucas. Mal tiveram tempo para respirar, pois o Brasil recuperou a liderança num ataque de meio de Sidão (20/19). Um erro de passe russo resultou no 21º ponto brasileiro. Em dois bloqueios seguidos de Dante e Vissotto, o placar foi para 24/20. Daí, foi só fechar a partida.
 
‘’A Rússia sempre é um adversário perigoso, mas hoje entramos com uma determinação que nos permitiu superar momentos em que cometemos alguns errinhos. Soubemos lidar com a pressão, especialmente quando a Rússia usou armas mais pesadas como o saque e altura de seus jogadores’’, explicou o levantador Ricardinho, que embora não tenha sido tão acionado hoje como na partida de estreia, contra a Tunísia, saiu do banco para ajudar a passar tranquilidade para o grupo.
 
Brasil: Bruno, Sidão, Vissotto, Murilo, Serginho e Dante. Entraram: Lucão, Rodrigão, Ricardinho, Thiago e Wallace. Técnico: Bernardinho.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook