Brasil vence a Itália e está na final

A vitória sobre a Itália garantiu ao menos a prata / Foto: Alaor Filho/AGIF/COBA vitória sobre a Itália garantiu ao menos a prata / Foto: Alaor Filho/AGIF/COB

Londres – A seleção brasileira masculina de vôlei está na final dos Jogos Olímpicos de Londres. Nesta SEXTA-FEIRA (10.08), o Brasil venceu a Itália por 3 sets 0 (25/21, 25/12 e 25/21), em 1h19, no Earls Court, e garantiu a vaga na decisão do campeonato mais importante do calendário esportivo.
 
Na busca pela terceira medalha de ouro do vôlei masculino, o Brasil enfrentará a Rússia, que venceu a Bulgária, por 3 sets a 1. A equipe verde e amarela chega para a decisão após conseguir seis vitórias – sobre Tunísia, Rússia, Sérvia, Alemanha, Argentina e Itália – e apenas uma derrota, para os Estados Unidos.
 
O ponteiro Murilo foi quem mais pontudo nesta semifinal. O jogador brasileiro marcou 15 pontos (12 de ataque, dois de bloqueio e um de saque), assim como o capitão italiano Savani. O oposto Wallace, que substituiu Leandro Vissotto, lesionado, também teve uma atuação de destaque, com 12 acertos.
 
Logo após a partida, Murilo falou sobre a potência de saque dos italianos, que tiveram bom aproveitamento neste fundamento. “Tínhamos consciência do saque deles e nos preparamos para isso mais do que em qualquer outra partida. Hoje mesmo fizemos treino de passe e seguramos bem, conseguimos controlar o saque durante todo o jogo”, comentou o ponteiro brasileiro.
 
O oposto Wallace fez questão de creditar seu bom desempenho aos demais jogadores da seleção brasileira. “Devo tudo aos meus companheiros, que estão sempre me ajudando e apoiando. Entrar em uma semifinal olímpica é difícil, mas eles estão sempre me ajudando e assim fica fácil de jogar”, destacou Wallace.
 
O técnico Bernardinho deu ênfase ao trabalho de grupo. Segundo o treinador, a colaboração dos que estão no banco de reservas tem sido fundamental. “A coisa mais bacana que vou levar daqui é a ajuda que os que estão fora estão dando. A partida que o Bruno fez hoje foi fantástica e isso tem muito do Ricardo, do apoio dele, dos ensinamentos e orientação. É a luta de todos e o caminho é esse. Perdemos o Vissotto e o grupo soube dar apoio ao Wallace”, destacou Bernardinho, que já falou sobre a final.
 
“O time recebeu críticas em excesso, mas lutou. Estamos trabalhando e é assim que tem que ser. O Brasil fez hoje uma das melhores atuações da equipe. E tem que ser daí pra melhor porque a pressão vai ser muito maior no domingo”, afirmou Bernardinho.
 
A decisão olímpica entre Brasil e Rússia será no próximo DOMINGO (12.08), às 9h. Bulgária e Itália disputarão a medalha de bronze um pouco mais cedo, a partir das 5h30.
 
 
O jogo - A Itália abriu o placar com ponto de saque, mas o Brasil devolveu e, com grande início de Wallace e, no bloqueio de Lucão, fez 3/1. No segundo ace do jogo, Mastrangelo deixou o placar igual em 6/6. Os italianos chegaram à frente no primeiro tempo técnico em 8/7. Bruno conseguiu um bom saque e o Brasil abriu dois: 13/11. A vantagem se manteve na segunda parada técnica (16/14). No bloqueio de Dante, o Brasil fez 18/15. Wallace seguiu eficiente e, bastante acionado por Bruno, o oposto pontuou mais uma vez e o Brasil abriu quatro de vantagem: 21/17. Com ritmo forte, a equipe brasileira fechou o set em 25/21.
 
O Brasil teve um bom início de segundo set e, no ace de Lucão, fez 5/1. No bloqueio simples de Murilo, a equipe verde e amarela abriu cinco de vantagem: 7/2. A diferença aumentou ainda mais quando Wallace conseguiu um bom saque e o Brasil fez 11/5. Com ataque de Dante pelo meio fundo, o time brasileiro aumentou a vantagem: 13/6. Bruno bloqueou sozinho e o Brasil fez 15/7. Murilo atacou pela saída de rede e o placar foi para 19/10. Depois de duas grandes defesas de Murilo e Serginho, Dante bloqueou o ataque italiano e o Brasil fez 20/10. O segundo set seguiu tranquilo e a equipe verde e amarela fechou em 25/12.
 
Com a obrigação de vencer, a Itália começou o terceiro set com ritmo forte e fez 5/3 logo no início. Com ponto direto de saque, os italianos ainda fizeram 9/6. No bloqueio de Murilo, o Brasil diminuiu a vantagem do adversário para 9/10. E, no bloqueio de Murilo, a equipe brasileira deixou tudo igual: 11/11. E novamente com o ponteiro, desta vez pelo fundo meio, o Brasil passou à frente em 13/12. O time brasileiro disparou no placar e fez 18/13. Lucão bloqueou e o Brasil fez 20/15. Os italianos demonstraram uma reação (23/21), mas os brasileiros não permitiram e, no ace de Murilo, venceram o set por 25/21

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook