Tênis de mesa encerra participação | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Tênis de mesa encerra participação

Seleção masculina cai diante de Hong Kong no torneio por equipes/ Foto: Alaor Filho/AGIF/COBSeleção masculina cai diante de Hong Kong no torneio por equipes/ Foto: Alaor Filho/AGIF/COB

Londres- A seleção brasileira masculina de tênis de mesa encerrou na noite desta sexta-feira, 3 de agosto, sua participação nos Jogos Olímpicos Londres 2012 com uma derrota por 3 a 0 para Hong Kong na primeira rodada da competição por equipes, realizada o Excel Centre. Na série melhor de cinco partidas, Hugo Hoyama foi derrotado por 11/5, 8/11, 11/6 e 11/2 para Tianyi Jiang, enquanto Thiago Monteiro perdeu por 11/8, 11/2 e 11/9 para Peng Tang (as duas partidas de simples foram disputdas em melhor de sete e cinco sets, respectivamente).
 
Já nas duplas, Thiago e Gustavo Tsuboi até roubaram um set de Jiang e Chu Yan Leung, mas acabaram derrotados por 10/12, 11/3, 11/5 e 11/6. Apesar da decepção pela eliminação, a equipe considerou positiva a participação nos Jogos e se vê otimista para o Rio 2016. “Estamos andando para frente. Claro que ninguém pode ficar feliz com uma eliminação na primeira rodada, mas o fato de que as competições no Brasil estão ficando cada vez mais disputadas é um sinal de o nível está subindo. E isso é importante para o próximo ciclo olímpico”, disse o cearense Thiago.
 
Em sua sexta participação olímpica, Hugo Hoyama, ressaltou a evolução dos companheiros mais jovens. “O Thiago vem subindo muito de produção e o Gustavo chegou para ficar. Temos bom potencial para dar mais trabalho em 2016”, explicou o experiente mesatenista, de 43 anos, e que apesar de ter anunciado antes da viagem a Londres que penduraria a raquete, parece disposto a reconsiderar sua decisão. “Não vou anunciar nada imediatamente, até porque acabamos de sair dos Jogos. Só que estou certo de que tecnicamente e fisicamente ainda me sinto muito bem”.
 
Para o treinador da equipe brasileira, o francês Jean-René Mounie, mesmo que se aposente, Hoyama ainda é uma presença crucial. “A decisão, claro, cabe muito ao Hugo. Seu papel no tênis de mesa do Brasil, porém, será importante mesmo que a contribuição venha na forma da experiência ou de um trabalho técnico. Ele é uma referência do esporte no Brasil”, concluiu Mounie.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook