Seleção sofre derrota larga em primeira partida olímpica: 7 a 0

Seleção brasileira sofreu derrota na estreia: 7 a 0 / Foto: Sean M. Haffey / Getty ImagesSeleção brasileira sofreu derrota na estreia: 7 a 0 / Foto: Sean M. Haffey / Getty Images

Rio de Janeiro - A história já seria feita de qualquer maneira, afinal era a primeira partida da seleção brasileira masculina de hóquei sobre a grama numa Olimpíada. Mas ela foi escrita de uma forma um pouco ingrata, com uma derrota, e com um placar meio familiar para o torcedor: 7 a 0, dessa vez para a Espanha. 

O cansaço (são quatro quartos de 15 minutos no torneio olímpico), o nervosismo da estreia e, sobretudo as falhas na defesa, levaram ao placar acachapante. O holandês naturalizado brasileiro Ernst Rost Onnes pensa parecido. 

"Foi muito cansativo.Jogamos muito bem no primeiro tempo, mas faltou um pouco mais de organização", avalia. Bruno Mendonça, eleito melhor jogador brasileiro em 2014, também analisa a derrota. 

"A gente não sabia como era jogar uma Olimpíada, agora já sabemos. No primeiro tempo conseguimos segurar a entrada deles pelo meio. Eles têm tabela rápida, uma técnica excelente", enumera Bruno. 

Questionado se estava atento às brincadeiras da torcida, que compareceu em peso à Arena de Hóquei, em Deodoro, o jogador disse que não conseguiu prestar muita atenção (a torcida gritava o tempo todo e lançou várias vezes gritos de "Vai, Safadão!").

"A gente sempre escuta, às vezes dá até para ouvir a voz dos familiares, identificar. Mas logo voltamos o foco para dentro do jogo", conta Bruno, que entra em campo com a seleção agora amanhã, domingo, às 19h30, contra a Bélgica.

Veja Também: 

 

 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook