Lesão sofrida no Troféu Brasil tira Thiago Braz do Mundial de Londres | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Lesão sofrida no Troféu Brasil tira Thiago Braz do Mundial de Londres

Campeão olímpico do salto com vara machucou a panturrilha no Troféu Brasil de Atletismo / Foto: Wagner Carmo/CBAt

São Paulo - Uma lesão na panturrilha durante o Troféu Brasil Caixa de Atletismo, disputado em junho na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo (SP), tirou o campeão olímpico do salto com vara, Thiago Braz da Silva, da disputa do Mundial de Londres. O Campeonato está marcado para este mês de agosto, do dia 4 ao 13, na capital britânica.
 
Além da contusão sofrida em São Bernardo, Thiago ainda machucou as costas na disputa da Liga Diamante. A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), o EC Pinheiros e o Comitê Olímpico do Brasil (COB) mandaram uma fisioterapeuta para acompanhar o atleta, que está na Europa, onde mora na cidade italiana de Fórmia.
 
“Infelizmente a lesão não regrediu e o saltador e seu treinador (o ucraniano Vitaly Petrov) decidiram pedir dispensa da convocação”, diz José Antonio Martins Fernandes, o Toninho, presidente da CBAt. “Claro que ele fará falta ao Brasil, mas o mais importante, agora, é que ele busque sua plena recuperação”, conclui Toninho Fernandes.
 
“Vamos focar em sua recuperação, para que possa estar na melhor forma e disputar o Mundial Indoor de 2018”, explica Vitaly Petrov, que foi treinador dos recordistas mundiais da prova, Sergey Bubka, da Ucrânia, e Ielena Isinbayeva, da Rússia. “É triste ficar fora da disputa do Mundial”, diz Thiago Braz. “Tentamos a recuperação a tempo, mas terei que adiar um dos meus grandes sonhos”, completa o atleta.
 
Núbia Soares pede dispensa - Nesta quinta-feira (dia 27), outra atleta pediu dispensa da Seleção Brasileira que vai ao Mundial de Londres. Trata-se da triplista Nubia Aparecida Soares, que machucou o pé na Liga Diamante de Rabat, no Marrocos.
 
Segundo o treinador da atleta Aristides Junqueira, a saltadora teve uma inflamação do calcâneo e não estará em condições de se recuperar até o Mundial.
 
“É uma pena, a Núbia era uma esperança de boa colocação em Londres já que é uma das cinco melhores da prova na temporada na prova”, diz Toninho Fernandes. Núbia saltou duas vezes 14,56 m no Troféu Brasil.
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook