Lars Grael confirma presença na Semana Internacional de Vela de Ilhabela Daycoval

Velejador detentor de duas medalhas olímpicas destaca a importância da SIVI Daycoval para a vela brasileira/ Foto: Fred Hoffman/Divulgação

Ilhabela - A 51ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela Daycoval, programada para ser realizada de 20 a 27 de julho, no Yacht Club de Ilhabela (YCI), já cria expectativas em velejadores de todo o Brasil. Entre eles, está o ídolo do esporte e detentor de duas medalhas olímpicas Lars Grael, que estará presente na competição em Ilhabela (SP).

Com mais de 100 veleiros de diversas classes esperados, incluindo ORC, BRA-RGS, C30, Clássicos e RGS Cruiser, a próxima edição da SIVI promete oferecer um evento de alto nível, tanto para participantes quanto para espectadores que lotarão o canal de São Sebastião.
 
Lars Grael, medalhista de bronze, conquistadas nos Jogos de Seul 1988 e Atlanta 1996, compartilhou sua empolgação para a 51ª edição e enfatizou a importância histórica e a atmosfera única da Semana de Vela de Ilhabela Daycoval.
 
"Não vejo a hora de presenciar o canal cheio de velas. Estou ávido para voltar e participar, não sei nem em que barco ainda, mas estarei lá. Ilhabela realmente é uma ilha belíssima, um dos principais cartões-postais da costa brasileira e um lugar muito bom para velejar ", disse o velejador.
 
"A Semana de Vela de Ilhabela se tornou a mais popular, a mais prestigiada e a mais concorrida. É um evento importante, que mexe com a economia de todo o município, impactando a rede hoteleira, bares, restaurantes, e é uma beleza ver aquele canal cheio de barcos e apaixonados pela vela", completou.
 
A 51ª SIVI Daycoval terá um toque especial com a homenagem a medalhistas olímpicos e velejadores brasileiros que deixaram sua marca nos Jogos Pan-Americanos. A vela brasileira soma 19 medalhas nos Jogos Olímpicos e é uma das mais vitoriosas do país.
 
Este gesto destaca a diversidade de talentos e a rica história da modalidade no Brasil, uma tradição que a SIVI tem orgulho de manter e promover. 
 
''No campeonato, embora a categoria principal seja a vela de oceano, juntam-se velejadores que estão começando, alguns pagando por vaga para correr em um barco onde tem um comandante experiente, velejadores amadores de final de semana, mas tem também velejadores profissionais, com destaque internacional''.
 
''E na SIVI todos eles se encontram para velejar juntos. Isso já é uma tradição muito grande, o evento é a grande confraternização de velejadores de todo o país”, destacou Lars.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook