SIVI Daycoval conta com medalhistas olímpicos e mundiais na classe C-30

Carabelli 30 contará com oito veleiros de ponta na 51ª edição/ Foto: On Board Sports | Divulgação

Ilhabela - A classe C-30 terá disputas equilibradas na 51ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela Daycoval. As regatas estão programadas para o período de 20 a 27 de julho, no Yacht Club de Ilhabela (YCI). Serão oito veleiros de one-design confirmados na raia do litoral norte de São Paulo, um recorde histórico da categoria assim como no evento do ano passado.

A C-30 mistura nomes de peso como o bicampeão olímpico Robert Scheidt, os campeões mundiais Alex Kuhl, Geison Mendes e Mario Tinoco, além de velejadores profissionais e amadores.
 
Maior medalhista brasileiro dos Jogos Olímpicos, Robert Scheidt confirmou presença no Tonka para a SIVI. A participação do atleta, que é o embaixador oficial da Semana de Vela de Ilhabela, já rendeu um lugar mais alto do pódio na Copa Mitsubishi, realizada em junho e que foi uma espécie de aquecimento para o evento.
 
''O barco é leve com área vélica muito grande. Ele te oferece uma sensação de muita velocidade. E requer um bom trabalho da tripulação para manejar. Vamos ter um bom número de participantes. Esse ano a disputa deve ser muito acirrada'', contou Robert Scheidt, que em 2022 foi campeão na classe com o Caballo Loco.
 
Além do Tonka, a Carabelli 30 terá o Bravo, que foi o primeiro barco inscrito na 51ª SIVI Daycoval contando todas as categorias. As outras classes são ORC, BRA-RGS, Clássicos e RGS Cruiser.
 
Segundo Jorge Berdasco, as regatas da C-30 sempre são bastante técnicas e a chegada de atletas de ponta como Scheidt só engrandece a modalidade. ''É um barco planador, muito rápido e sensível a qualquer tipo de regulagem. Os barcos andam muito próximos e a alternância de posições é normal. Por isso não podemos desistir e apostar na melhor estratégia.''
 
''Acho que o Robert deveria ficar no clube olhando a gente ou velejando num time da RGS-Cruiser ou da ORC! Ele não vem pra brincar. Competir contra um dos maiores nomes do esporte é um privilégio enorme e um desafio. Temos que acertar tudo para vencê-lo,'' brincou Jorge Berdasco.
 
Os outros times junto com Tonka e Bravo serão Caiçara, Kaikias EMS, Kairos, Loyal Relaxa e Zeus. A primeira disputa da C-30 na Semana Internacional de Vela de Ilhabela Daycoval será na Regata Toque-Toque por Boreste com aproximadamente 23 milhas de percurso. Depois, a organização deve realizar provas de barla-sota (entre boias) e outras distâncias.
 
O C-30 ou Carabelli 30 foi projetado por Horácio Carabelli, um dos grandes nomes da vela sul-americana, atualmente na America's Cup no desafiante Luna Rossa da Itália. O barco é feito especificamente para regatas de oceano sem tempo corrigido (rating).
 
A tripulação inclui o timoneiro, o tático, dois trimmers, o proeiro e a secretaria, todos desempenhando papéis essenciais para otimizar o desempenho do veleiro durante as competições.
 
O campeão de 2023 da classe foi Loyalt 06. A equipe venceu a prova final e contou com uma combinação de resultados, que deixou o Tonka com a medalha de prata entre os oito veleiros da Carabelli 30 na SIVI. Foram realizadas oito regatas da classe C-30.

Veja Também: 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook