Fabiana Murer conquista prata no Mundial de Pequim | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Fabiana Murer conquista prata no Mundial de Pequim

Fabiana Murer / Foto: Getty Images

Rio de Janeiro - A brasileira Fabiana Murer conquistou nesta quarta-feira (dia 26) a medalha de prata da prova do salto com vara do Campeonato Mundial de Atletismo, que acontece até domingo (30), no Estádio Olímpico da China, o Ninho de Pássaro, em Pequim. A atleta obteve a marca de 4,85 m e igualou o seu próprio recorde sul-americano.

Foi a primeira medalha brasileira na competição, que reúne o número recorde de 1.936 participantes de 207 países.
 
"Estou boa nas previsões", brincou a atleta ao sair da zona mista, de acesso para os jornalistas. "Disse que a campeã faria 4,90 m e que 4,80 m daria medalha.
 
"Agora vou treinar com qualidade e não com quantidade na preparação olímpica", observou. "A cubana é sempre uma grande adversária, está crescendo e fez uma grande prova, assim como a Nicoléta", completou a atleta da BM&FBovespa.
 
Campeã mundial em Daegu 2011, na Coreia do Sul, Fabiana ultrapassou o sarrafo a 4,50 m, 4,60 m, 4,70 m e 4,85 m na primeira tentativa. Precisou de dois saltos para superar 4,80 m e não conseguiu passar pelos 4,90 m três vezes. Ela chegou a liderar a competição quando passou 4,85 m.
 
A medalha de ouro foi para a cubana Yarisley Silva, com 4,90 m, e a de bronze ficou com a grega Nikoléta Kyriakopoúlou, com 4,80 m. O duelo entre Fabiana e Yarisley tem se repetido. As duas também disputaram o ouro na final dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, há um mês, com a brasileira ficando também com a prata.
 
Com o resultado, Fabiana, que contou com a torcida do francês Renaud Lavillenie, bronze na prova masculina, obteve a sua melhor marca desta temporada, já que a anterior era de 4,80 m, alcançada em Nova York e no PAN de Toronto. A atleta paulista de Campinas saltou pela terceira vez 4,85 m na carreira: a primeira foi em San Fernando, na Espanha, em 2010, e depois na conquista do ouro em Daegu.
 
Com o desempenho, Fabiana, bicampeã da Liga Diamante, o principal circuito de competições da IAAF, supera a desilusão sofrida nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, disputados no mesmo estádio do Ninho do Pássaro, quando uma de suas várias sumiu.
 
Nas eliminatórias dos 200 m, Rosangela Santos classificou-se para as semifinais desta quinta-feira às 19:35 locais (08:35 de Brasília). Ele ficou em segundo lugar na sexta série, com o tempo de 23.01 (0.2). A britânica Dina Asher-Smith obteve o melhor tempo da fase, com 12.22 (0.4).
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook