Luciano faz gol de bicicleta, mas Brasil só empata com Panamá

O atacante corinthiano marcou dois gols contra o Panamá / Foto: Rafael Ribeiro / CBFO atacante corinthiano marcou dois gols contra o Panamá / Foto: Rafael Ribeiro / CBF

Toronto - Quando era criança, em Anápolis (GO), Luciano morava a 13 quilômetros da escolinha de futebol que frequentava. Como a família não tinha dinheiro para o ônibus, todos os dias, durante anos, caminhava ou, quando era possível, ia de bicicleta, ida e volta, pelo longo caminho. Na tarde desta segunda, 20 de julho, o jogador do Corinthians marcou seu primeiro gol de bicicleta em jogos oficiais, no empate em 3 a 3 da seleção brasileira com o Panamá, pela terceira partida da fase classificatória dos Jogos Pan-americanos Toronto 2015, no Hamilton Stadium.

“Mas essa bicicleta foi mais gostosa”, brincou o jogador, afirmando que soube exatamente o que deveria fazer quando viu a bola vindo em sua direção, aos 24 minutos do primeiro tempo. “O Luan pediu para eu tocar, mas vi o jeito que a bola estava, a altura, e decidi pela bicicleta. É tudo muito rápido, mas dá tempo”, contou Luciano, autor também do segundo gol do Brasil, num chute forte, de primeira, da entrada da área, apenas um minuto depois do primeiro. Aos 37 foi a vez de Clayton fazer o seu: Rômulo bateu o escanteio, Eurico cabeceou para trás e Clayton tocou para gol.
 
O Brasil vencia o Panamá por 3 a 0 quando, aos 40 minutos do primeiro tempo, o goleiro Andrey saiu mal da área e cabeceou a bola nos pés de Aguilar, que o encobriu e marcou o primeiro gol panamenho. No segundo tempo, Aguilar marcou o segundo aos 6 minutos e Escobar, aos 11, fez o terceiro de pênalti. A partida, que parecia fácil para a seleção brasileira, terminou num empate amargo. Ainda assim, o Brasil terminou a primeira fase da competição como líder do Grupo A, com duas vitórias e um empate, e enfrenta o segundo colocado do B, ainda a ser definido. “O nosso ritmo de jogo caiu no segundo tempo, e o futebol não admite isso. Mas nós falhamos na hora em que podíamos falhar. Nos próximos dois jogos, não podemos mais”, avaliou o zagueiro Luan.

Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook