Wild e Reis são selecionados para bolsa do Grand Slam Development Fund

João Reis integrou equipe da Copa Davis como sparring / Foto: Arquivo CBTJoão Reis integrou equipe da Copa Davis como sparring / Foto: Arquivo CBT

Florianópolis - Destaques em 2018, os brasileiros Thiago Wild e João Lucas Reis foram selecionados para receber uma bolsa de $ 25 mil dólares do Grand Slam Development Fund da ITF, através do Programa Grand Slam Player Grants Program, no ano que vem. 
A Confederação Brasileira de Tênis indicou ambos os atletas, que atendiam a todos os pré-requisitos do regulamento, e trabalhou junto à entidade máxima do tênis para que os dois jovens fossem contemplados. 
 
“Fico feliz que, através dos movimentos políticos e a ótima relação institucional entre CBT e ITF, possamos trazer oportunidades para os nossos jogadores. Ano passado conseguimos um suporte importante para a Bia, e agora conseguimos para o João e Thiago. Logicamente eles fizeram por merecer, em vários aspectos, e estão de parabéns pelo ano de 2018. Torcemos para que este recurso os incentivem ainda mais em 2019”, afirmou o presidente da CBT, Rafael Westrupp.
 
O paranaense Thiago Wild finalizou 2018 no top 10 do ranking mundial juvenil e fez história no país ao tornar-se o primeiro brasileiro a conquistar a chave juvenil do US Open, em setembro. O atleta da Tennis Route também foi campeão do Future de São José do Rio Preto, vice no Future de Curitiba e fez quartas de final no challenger de Campinas. Em novembro, ainda faturou a Maria Esther Bueno Cup, que reuniu os oito principais tenistas sub 23 do país e garantiu vaga na chave principal do Rio Open 2019.
 
Já o pernambucano João Lucas Reis conquistou seu primeiro título como profissional no Future de Curitiba, justamente sobre Thiago Wild, fez semi em outros dois Futures, foi campeão de duplas em outros dois e fez quartas do Banana Bowl, o mais tradicional torneio juvenil da América Latina. Em abril, o atleta do Instituto Tênis integrou a equipe brasileira da Copa Davis, através do programa Juniors/Pro da CBT, e acompanhou de perto a rotina dos profissionais durante a competição entre países, além de treinar com os principais tenistas do país.
 
 
Veja Também: 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook