Bons resultados no GP Caixa Sesi de Atletismo | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Bons resultados no GP Caixa Sesi de Atletismo

Freddy Mazones e Hugo Balduino em disputa acirrada dos 400 m em Uberlândia / Foto: Wagner Carmo / CBAtFreddy Mazones e Hugo Balduino em disputa acirrada dos 400 m em Uberlândia / Foto: Wagner Carmo / CBAt

Rio de Janeiro - O "Grande Prêmio Internacional Caixa Sesi de Atletismo", disputado na noite desta quarta-feira 7, no Estádio Ádria Santos, no Sesi-Gravatás, em Uberlândia (MG), registrou bons resultados e muita competitividade, com várias provas tendo melhores tempos do que no GP São Paulo Caixa, realizado domingo passado, no Ibirapuera.

Um exemplo dos bons confrontos foi a prova dos 400 m masculino. Hugo Balduíno, vencedor em São Paulo, com 45.62, ficou em segundo lugar nesta quarta, com 45.57, apenas dois centésimos de segundo atrás do venezuelano Freddy Mazone, o ganhador da medalha de ouro.
 
"Fiz de tudo para vencer. Queria muito ganhar a prova diante de toda a minha família, mas o venezuelano mostrou estar muito bem", disse Hugo, que nasceu e começou no Atletismo em Uberlândia. "Foi uma grande emoção voltar a competir na minha cidade", completou o atleta, que ocupa o oitavo lugar no Ranking da IAAF de 2014, com 45.09.
 
Freddy Mazone mostrou-se muito feliz pela vitória e por ter alcançado o melhor tempo de sua carreira, com 45.55. O anterior era de 45.74. "Foi uma prova muito dura", lembrou. "Só deu comemorar depois do resultado oficial", concluiu o venezuelano, 3º colocado em São Paulo.
 
De uma maneira geral, os campeões do Ibirapuera ratificaram a vitória em Uberlândia. Foi o caso, por exemplo, dos uruguaios Andrés Silva e Deborah Rodriguez (400 m com barreiras), de Shane Brathwaite, de Barbados (110 m com barreiras), da colombiana Brigith Merlano (100 m com barreiras) e dos brasileiros Juliana Santos (3.000 m), Keely Medeiros (arremesso do peso) e Anderson Teles da Silva (800 m).
 
Uma das vitórias mais dramáticas foi obtida por Keely Medeiros, que sentiu uma lesão muscular no ombro durante o aquecimento. Foi recomendada que abandonasse a prova pelos médicos, mas decidiu fazer pelo menos uma tentativa. Queimou a primeira e conseguiu o recorde pessoal na segunda, com 17,28 m. "Estava com muita dor, mas consegui um resultado bom. Só a fé justifica", disse, com o braço direito na tipoia após a premiação.
 
Juliana Santos também melhorou o resultado em relação à domingo nos 3.000 m. Ela venceu em Uberlândia com 9:22.82 contra 9:25.15 em São Paulo. "Na verdade, a minha medalha de ouro foi voltar a competir. Há mais de um ano não sabia o que era ficar numa concentração num hotel por causa de lesões. Estou muito feliz", afirmou.
 
Nos 100 m, o brasileiro Jefferson Lucindo e Sheniqua Ferguson, de Bahamas, foram os campeões. "Estou feliz com minha regularidade nesta temporada", comemorou Jefferson, que obteve 10.30 (0.0). "Gostei do resultado e a tendência é melhorar", lembrou Sheniqua, que, em sua quarta vez no Brasil, correu a distância em 11.33 (-0.2). Franciela Krasucki, campeã dos 200 m em São Paulo, ficou em segundo em Uberlândia, com 11.35, em outra chegada apertada.
 
Muitos jovens talentos aproveitaram a oportunidade para ratificar sua força. Entre eles está Thiago André, de 18 anos, que venceu os 3.000 m, com 7:59.02, novo recorde sul-americano juvenil da distância. "Minha prioridade é a prova dos 1.500 m, que devo correr no Mundial Juvenil de Eugene. Os 3.000 m, porém, são muito importantes como parte de minha preparação", comentou.
 
O GP Caixa Sesi reuniu 151 atletas de 14 países, sendo que representantes de 11 nações subiram ao pódio (e sete ficaram em primeiro lugar).
 
O herói olímpico Vanderlei Cordeiro de Lima, bronze na maratona de Atenas 2004, foi o padrinho da competição mineira e recebeu a atenção de muitos torcedores, que lhe pediram autógrafos e fotos.
 
Pódio GP Caixa Sesi 2014
 
400 m com barreiras feminino
1º Deborah Rodriguez (URU) 57.80
2º Liliane Cristina da Fonseca (BRA) 58.69
3º Yadira Morena (COL) 59.75
 
Lançamento do dardo masculino
1º Jaime Dayron Márquez (COL) 74.28
2º Julio Cesar Miranda de Oliveira (BRA) 73.42
3º Lucas Ivan Lima da Silva (BRA) 66.52
 
Arremesso do peso feminino
1º Keely Christinne Pinho Rodrigues Medeiros (BRA) 17.28
2º Sandra Lemus (COL) 17.19
3º Renata Tavares Severiano (BRA) 16.22
 
Salto triplo masculino
1º Jonathan Henrique Silva (BRA) 16.94
2º Kauam Kamal Aleixo Bento (BRA) 16.20
3º Jean Cassimiro Rosa (BRA) 16.19
 
400 m com barreiras masculino
1º Andrés Silva (URU) 49.45
2º Lucirio Francisco Garrido (VEM) 50.24
3º Artur Langowski Terezan (BRA) 50.48
 
3.000 m feminino
1º Juliana Paula Gomes dos Santos (BRA) 9.22.82
2º Tatiele Roberta de Carvalho (BRA) 9.23.20
3º Muriel Coneo (COL) 9.27.03
 
3.000 m masculino
1º Thiago do Rosário André (BRA) 7.59.02
2º Carlos Antonio dos Santos (BRA) 7.59.39
3º Ederson Vilela Pereira (BRA) 7.59.69
 
800 m feminino
1º Tatiane Raquel da Silva (BRA) 2.06.81
2º Christiane Ritz dos Santos Scheick (BRA) 2.07.87
3º Ana Karolyne de Campos Silva (BRA) 2.08.17
 
800 m masculino
1º Anderson Teles da Silva (BRA) 1.48.57
2º Cleiton Cezario Abrao (BRA) 1.49.00
3º John Maycon Alves Apolinario (BRA) 1.49.39
 
Arremesso do peso masculino
1º Kemal Mesic (BIH) 19.88
2º Darlan Romani (BRA) 19.46
3º Marin Premeru (CRO) 19.39
 
100 m feminine (- 0.2 m/s )
1º Sheniqua Ferguson (BAH) 11.33
2º Franciela das Graças Krasucki Davide (BRA) 11.35
3º Bruna Jessica Oliveira Farias (BRA) 11.62
 
Lançamento do dardo feminino
1º Flor Denis Ruiz (COL) 58.77
2º Rafaela Torres Gonçalves (BRA) 55.24
3º Maria Lucelly Murillo (COL) 54.48
 
Salto triplo feminino
1º Nubia Aparecida Soares (BRA) 13.68
2º Gisele Lima de Oliveira (BRA) 13.59
3º Iryna Nikolayeva (UKR) 13.54
 
100 m masculino (0.0)
1º Jefferson Liberato Lucindo (BRA) 10.30
2º Andrew Hinds (BAR) 10.35
3º Bruno Lins Tenorio de Barros (BRA) 10.51
 
400 m feminino
1º Geisa Aparecida Muniz Coutinho (BRA) 51.88
2º Joelma das Neves Sousa (BRA) 52.52
3º Jennifer Padilla (COL) 53.00
 
400 m masculino
1º Freddy Mazones (VEN) 45.55
2º Hugo Balduino (BRA) 45.57
3º Wagner Cardoso (BRA) 46.55
 
100 m com barreiras
1º Brigith Maria Merlano (COL) 13.21 
2º Fabiana dos Santos Moraes (BRA) 13.26 
3º Giselle Marculino de Albuquerque (BRA) 13.56
 
110 m com barreiras
1º Shane Brathwaite (BAR) 13.58
2º Jorge Mc Farlane (PER) 13.86
3º Eder Antonio Souza (BRA) 13.93
 
ASSESSORIA DE IMPRENSA DO GP SÃO PAULO CAIXA DE ATLETISMO / CBAt
Benê Turco - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. / (11) 99145-5766
João Pedro Nunes - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. / (11) 99158-8337
Maiara Batista - O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook