Equatoriano é campeão da Volta Ciclística Internacional do RS 2015

Byron Guama campeão da Volta RS 2015 / Foto: Luis Claudio/CBCByron Guama campeão da Volta RS 2015 / Foto: Luis Claudio/CBC

Porto Alegre - Após cinco dias de muitas disputas, a Volta Ciclística Internacional do Rio Grande do Sul 2015 chegou ao final com uma vitória equatoriana. Byron Guama, que defende o Team Movistar/Equador, sagrou-se campeão geral da volta. Wilian Chiarello, da Dataro/Bottecchia, manteve a segunda colocação geral e terminou como o melhor brasileiro na competição.
 
“Estou muito feliz por essa vitória. A minha equipe fez um excelente trabalho para que tudo ocorresse como planejado. Durante a última etapa tivemos momentos difíceis, mas soubemos controlar bem a prova e terminar com o título”, destacou o campeão.
 
A última e decisiva etapa marcou a competição pela expectativa de coroar o grande campeão da segunda edição da volta. Os primeiros a se aventurar em busca da vitória na última etapa foram os atletas Armando Camargo, da Memorial/Santos, Adrian Alvarado, da Seleção do Chile, e Jorge Bravo, da Seleção do Uruguai. Os três atletas se destacaram ainda no início e chegaram a colocar mais de 5 minutos de vantagem sobre o pelotão, mas foram capturados quando faltavam poucos quilômetros para a chegada.
 
O grupo principal, sempre comandado pelo Team Movistar/Equador, que defendia o seu líder Byron Guama, aos poucos foi ficando fracionado e entrou na última subida bastante reduzido. Vários ataques foram lançados, mas Byron Guama e Wilian Chiarello, que ocupavam as duas primeiras posições na classificação, conseguiram se defenderam muito bem.
 
Campeão - Com todos os principais nomes terminando com o mesmo tempo, o equatoriano Byron Guama conquistou o título geral da volta, após percorrer 835,5 quilômetros em 19h47min24s. O brasileiro Wilian Chiarello terminou em segundo lugar a apenas 19 segundos de diferença, seguido por Renato Ruiz, da equipe ECT/Taubaté, em terceiro lugar a 39 segundos.
 
“O nível da volta foi bastante alto. Tentamos fazer o melhor para deixar a vitória com o Brasil, mas o equatoriano estava muito bem preparado e mereceu o título”, destacou Wilian, melhor brasileiro na geral.
 
A equipe ECT/Taubaté também foi o principal destaque brasileiro na classificação por equipes. O time, criado recentemente, participou da sua primeira volta ciclística e já conquistou o posto de melhor equipe brasileira na competição, terminando na terceira colocação geral. O Team Ringeriks/Kraft, da Noruega, ficou com a primeira colocação.
 
A camiseta verde, de melhor sprinter, terminou com Roberto Pinheiro (Funvic/São José dos Campos), enquanto a camiseta branca com bolinhas vermelhas, de montanheiro, ficou com Eriberto Medeiros (Green/Piracicaba). A camiseta branca, da classificação de melhor jovem, até 23 anos, foi conquistada pelo equatoriano Jeferson Alveiro (Team Movistar/Equador).
 
Reconhecimento - Para a comissária internacional, Dorothy Abbott, o evento mais uma vez foi realizado com muito sucesso. “Esta é a segunda vez que estou participando desta competição. Conseguimos mais uma vez um excelente trabalho em grupo para desenvolver o evento da melhor forma possível”, comentou.
 
“A Polícia Rodoviária Federal desempenhou um papel fundamental durante todos os dias, cuidando da segurança dos atletas e de todos os participantes. Eles estão de parabéns. Também acredito que os patrocinadores e apoiadores do evento precisam ficar muito felizes por estarem participando de um evento deste nível. Preciso agradecer o empenho do grupo de trabalho e dizer que todos estão de parabéns” concluiu Dorothy.
 
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook