Gestão “Esporte de Conquistas” completa 1 ano consolidando o Badminton | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Gestão “Esporte de Conquistas” completa 1 ano consolidando o Badminton

 Francisco Ferraz / Foto: Carol Riedel Francisco Ferraz / Foto: Carol Riedel
Piauí - "Badminton, esporte de conquistas! Rumo a Rio 2016" é o slogan da gestão que há 1 ano assumiu o desafio de profissionalizar ainda mais o Badminton no Brasil. Eleita com a maioria absoluta dos votos, sendo 10 favor e apenas 1 contra,  a chapa composta pelo piauiense Francisco Ferraz – como presidente, Cristiano Chew, de Brasília, como primeiro vice e Franklin Batista, da Paraíba, como segundo vice, confirmou o favoritismo que a cada dia se mostrando uma administração com olhos voltados no futuro, com ações no presente.
 
Segundo o presidente Francisco Ferraz, aquela foi uma vitória do esporte de maneira geral. “As federações se uniram e acreditaram em nosso projeto para o desenvolvimento do esporte no país nos próximos anos. Acreditamos que essa união em torno do Badminton irá trazer bons resultados a médio e longo prazo”, declarou na época, quando pela primeira vez a entidade teve em seu comando um presidente da região Nordeste do país.
 
A atual administração, desde o lançamento de sua proposta de gestão, sempre se propôs a objetivos complexos. Enquanto pioneiro em disseminar a modalidade pelo Nordeste, o presidente Ferraz conseguiu construir em apenas seis anos uma federação sólida, que foi capaz de revelar atletas à níveis nacional e mundial, chegando a receber uma homenagem do Comitê Olímpico Internacional, pelo projeto de responsabilidade social que disseminou o Badminton para as vilas e favelas de todo o Piauí, tornando-o um esporte referência no estado.
 
A meta para o  Brasil é a de fazer uma boa participação nas Olimpíadas de 2016, que acontecerá no Rio de Janeiro, e quem sabe contar com a participação de piauienses nos jogos olímpicos de 2020, o trabalho já começou com a implantação da Seleção Brasileira, a primeira permanente na modalidade e a disseminação de cursos de qualificação técnica em todo o pais, junto ao apoio e a realização de vários campeonatos importantes nas várias regiões do país, oferecendo  oportunidade de estudo e buscando talentos que vão somar ao trabalho da confederação brasileira nos próximos anos.
 
Entre maio de 2012, quando a Confederação Brasileira de Badminton teve tem um novo presidente, passando por julho do ano passado, quando formou-se a nova diretoria, o Badminton Brasileiro tem crescido vertiginosamente ao ponto de promover, no início deste mês, na cidade do Rio de Janeiro, o projeto piloto do programa SHUTTLE TIME, em parceria com BWF e PanAm. O SHUTTLE TIME é o Programa de Badminton Escolar da BWF e ter sido convocado, de seus quadros, árbitro para atuar em torneios internacionais, além da contratação de um técnico estrangeiro para dar maior qualidade à Seleção Brasileira.
 
E o trabalho não para por aí. Dentre as ações facilmente visíveis da CBBd, tem-se o trabalho interno de uma equipe que se profissionalizou e hoje faz a gestão da Confederação com uma dinâmica séria, padronizada e com foco na organização. Tudo isso fruto de um trabalho que está gerando resultados positivos para o esporte de conquistas! Rumo a Rio 2016.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook