Luíza Tobar e Jonathan da Silva vencem Fodaxman Extreme Triathlon

Luíza Tobar  / Foto: Romulo Cruz/Flows Luíza Tobar / Foto: Romulo Cruz/Flows

Urubici - Extremo! Não existe outro adjetivo para definir o que foi a terceira edição do Fodaxman Extreme Triathlon, vencida neste sábado por Luíza Tobar e Jonathan da Silva, ambos com quebra de recorde. 
 
Com largada na Barragem de São Bento, em Siderópolis, e chegada no Morro da Igreja, em Urubici, cinquenta triatletas foram desafiados em 3.8 km de natação, 180 km de ciclismo e 42 km de corrida. As distâncias são bem conhecidas por todos, afinal trata-se de uma prova full distance, mas o que torna o Fodaxman diferente é o relevo e as características climáticas do percurso.
 
Pontualmente às 5h, com água beirando os 28ºC e o calor já pegando desde cedo, os triatletas largaram para o desafio. Com pouco menos de uma hora de prova os primeiros competidores saíam da água e o sol já dava sinais de que a prova seria dura. Com muitas subidas e descidas os triatletas eram acompanhados por uma paisagem incrível nos primeiros quilômetros do pedal. Próximo do km70 começava a subida da Serra do Rio do Rastro e neste ponto era visível o esforço máximo de cada um dos atletas.
 
No total foram quase 7 horas de pedal, na média, para os primeiros triatletas, sob um sol escaldante e com sensação térmica passando dos 40ºC. Ao chegarem à Urubici o desgaste estava estampado nos rostos, mas ainda havia mais 42 km de corrida pela frente. Thiago Menuci e Jonathan da Silva foram os primeiros a sair para correr. Até o km26 Thiago liderava a prova, mas na subida do Morro da Igreja foi ultrapassado por Jonathan. Entre as mulheres Luíza Tobar mostrava um desempenho incrível acompanhando os três primeiros colocados gerais.
 
Com mais 1.200 metros de altimetria pela frente a dupla definia o título da competição passo a passo nos últimos 16 quilômetros de prova. Ao chegar no pé da serra o cenário mudou completamente e o forte calor deu lugar a chuva de granizo, frio e vento, com temperaturas próximas aos 10ºC no ponto mais alto de Urubici. Após 12h09 Jonathan aparecia em meio a neblina para vencer a prova e cravar o novo recorde do evento. “Todos os conceitos foram mudados após essa prova. É muito duro. Foi um dia de muitas alternâncias e muito desafiador. Calor, frio, subidas e um percurso lindo. Foi inesquecível”, avaliou o campeão, que chegou 18 minutos na frente de Thiago, vice-campeão.
 
Após a chegada dos dois primeiros a expectativa ficava por conta dos demais competidores que encararam o desafio da subida do Morro da Igreja. Com uma corrida espetacular, Luíza Tobar foi a terceira triatleta a completar o Fodaxman. “Eu sabia que seria muito duro, mas prometi para mim mesma que não ia caminhar durante a corrida. Consegui cumprir meu objetivo. Essa prova é maravilhosa, um dos percursos mais lindos que já vi e as cidades são muito lindas”, definiu Luiza, campeã e recordista do evento com 12h58.
 
Top finishers e base finishers - A subida do Morro da Igreja, em Urubici, marca o ponto final do Fodaxman Extreme Triathlon, mas não são todos os competidores que sobem o trajeto de 16 quilômetros. Dos cinquenta que iniciaram a prova apenas 18 conseguiram chegar a tempo no ponto de corte (km26), entre eles Rafael Pina, terceiro colocado geral no masculino, e Lorena Villas, vice-campeã da prova e uma das duas mulheres a realizar o feito este ano. Um a um os atletas que subiram até o pico foram recebidos com entusiasmo pelos staffs pessoais e organizadores. Muita chuva e vento acompanharam os atletas no trecho final.
 
Além dos dezoito top finishers mais onze atletas realizaram os 42 km da corrida, mas em um percurso alternativo, sem subir o morro, chamados de base finishers. Completando o pódio feminino, Cristine Stahlschmidt foi uma das triatletas a terminar a etapa de corrida na base. Dos cinquenta atletas que largaram, vinte e nove completaram o Fodaxman Extreme Triathlon.
 
Top-3 Fodaxman Extreme Triathlon:
 
Masculino:
1º Jonathan da Silva -12h09
2º Thiago Menuci - 12h27
3º Rafael Pina - 13h10
 
Feminino:
1ª Luíza Tobar - 12h58
2ª Lorena Villas - 14h00
3ª Cristine Stahlschmidt - 14h56
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook