Brasil conquista 11º lugar entre 200 países que disputaram o Mundial de Atletismo de Daegu | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Brasil conquista 11º lugar entre 200 países que disputaram o Mundial de Atletismo de Daegu

Liderados por Usain Bolt, o time Jamaicano conquistou a medalha de ouro e de quebra bateu recorde mundial nos 4x100m, durante a final disputada no Daedu Stadiu / Foto: Getty Images / IaafDaegu - Terminou na noite deste domingo, dia 4 de Setembro, o 13º Campeonato Mundial de Atletismo. Durante nove dias, 1.945 atletas de 200 países disputaram as 47 provas oficiais do programa. A competição foi realizada no Daegu Stadium, na cidade de Daegu, na Coreia do Sul. No final, o Brasil ficou em 11º lugar, ao lado de países fortes, como Japão, Polônia e Nova Zelândia, além de Botsuana e Granada.

A Seleção Brasileira deixou para trás países tradicionalmente fortes no Atletismo, como Cuba, França, Itália, África do Sul, Espanha, Canadá e Belarus. Apenas seis países ganharam mais que uma medalha de ouro: Estados Unidos, Rússia, Quênia, Jamaica, Alemanha e Grã-Bretanha.

O Brasil ganhou a medalha de ouro no salto com vara feminino, com Fabiana Murer, que igualou, na final, seu recorde sul-americano, com 4,85 m. E disputou outras cinco finais: Bruno Lins - 6º nos 200 m masculino, Fábio Gomes da Silva - 8º no salto com vara masculino, m feminino, Maurren Maggi - 11ª o salto em distância feminino, Keila Costa - 12ª no salto triplo feminino, além do 8º lugar no 4x100 m feminino, com Ana Cláudia, Vanda Gomes, Franciela Krasucki e Rosângela Santos (a semifinal a equipe estabeleceu novo recorde sul-americano da Prova).

"A conquista do título pela Fabiana Murer foi o grande momento do Atletismo nacional neste Mundial", disse Roberto Gesta de Melo, presidente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). "No último Mundial de Atletismo da minha administração tive o privilégio de ver a conquista da Fabiana. Foi importante, porque já tínhamos medalhas de ouro nos outros Mundiais da IAAF: Mundial Indoor, Copa Intercontinental, Mundial de Juvenis, Mundial de Menores, além de Olimpíada e Jogos Pan-Americanos. Foi uma grande emoção", disse Gesta.

Sobre os resultados gerais do Brasil em Daegu, o presidente da CBAt disse que "Bruno Lins, Fábio Gomes, Maurren Maggi, Keila Costa e o 4x100 m feminino foram finalistas e isso foi importante. Tivemos, ainda, semifinalistas como o Kléberson Davide (800 m). E podemos esperar crescimento dos outros nomes, como o 4x100 m masculino, Luiz Alberto de Araújo (decatlo), Caio Bonfim (marcha 20 km)", completou.

4X100 M FEMININO NA FINAL - Neste último dia do Campeonato, o Brasil disputou os revezamentos 4x100 m, no masculino e no feminino. O quarteto feminino, na primeira rodada, estabeleceu novo recorde sul-americano com 42.92, com Ana Cláudia Lemos, Vanda Gomes, Franciela Krasucki e Rosângela Santos. Na final, com 43.10, ficou na 8ª colocação. "Foi uma pena não repetir a marca da preliminar, mas podemos melhorar para a Olimpíada (no ano que vem, em Londres)", disse Franciela.

MASCULINO - Mesmo com Nilson André (3º homem) recebendo um esbarrão do português Yazalde Nascimento, a equipe foi a 3ª na Série 1, com 48.48 (melhor marca no ano). Depois o quarteto foi desqualificado pela arbitragem, porque o bastão para o último corredor da equipe (Bruno Lins) foi passado fora da área regulamentar. A delegação nacional entrou com recurso, mas o júri de apelação atendeu apenas parcialmente: "Eles reconheceram que o ato do atleta português prejudicou o time brasileiro, mas entenderam que, mesmo assim, o bastão poderia ter sido entregue na área de passagem", explicou Martinho Santos, superintendente-técnico da CBAt.

Confira os pódios do último dia do Campeonato Mundial de Daegu:

Maratona:
1-Abel Kirui (KEN) - 2:07.38
2-Vincent Kipruto (KEN) - 2:10.06
3-Feyisa Lilesa (ETH) - 2:10.32

Copa do Mundo de Maratona
1-Quênia - 6:29.23
2-Japão - 6:41.13
3-Marrocos - 6:42.18

Lançamento do martelo
1-Tatyana Lysenko (RUS) - 77,13 m
2-Betty Heidler (GER) - 76,06 m
3-Wenxiu Zhang (CHN) - 75,03 m

5.000 m
1-Mohamed Farah (GBR) - 13:23.36
2-Bernard Lagat (USA) - 13:23.64
3-Dejen Gebremeskel (ETH) - 13:23.92

800 m
1-Mariya Savinova (RUS) - 1:55.87
2-Caster Semenya (RSA) - 1:56.35
3-Janeth Jepkosgei Busienei (KEN) - 1:57.42

Salto triplo
1-Christian Taylor (USA) - 17,96 m (0.1)
2-Phillips Idowu (GBR) - 17,77 m (0.0)
3-Will Claye (USA) - 17,50 m (0.1)

4x100 m feminino
1-Estados Unidos - 41.56
(Bianca Knight, Allyson Felix, Marshevet Myers e Carmelita Jeter)
2-Jamaica - 41.70
(Shelly-Ann Fraser, Kerron Stewart, Sherone Simpson e Veronica Campbell-Brown)
3-Ucrânia - 42.51
(Olesya Povh, Nataliya Pohrebnyak, Mariya Ryemyen e Hrystyna Stuy)

4x100 m masculino
1-Jamaica - 37.04 (Recorde Mundial)
(Nesta Carter, Michael Frater, Yohan Blake e Usain Bolt)
2-França - 38.20
(Teddy Tinmar, Christophe Lemaitre, Yannick Lesourd e Jimmy Vicaut)
3-São Cristóvão e Nevis - 38.49
(Jason Rogers, Kim Collins, Antoine Adams e Brijesh Lawrence)

Confira a classificação final do Campeonato Mundial de Atletismo em Daegu:
 

PosiçãoPaísOuroPrataBronzeTotal
1  UNITED STATES (USA) 12 8 5 25
2  RUSSIA (RUS) 9 4 6 19
3  KENYA (KEN) 7 6 4 17
4  JAMAICA (JAM) 4 4 1 9
5  GERMANY (GER) 3 3 1 7
6  GREAT BRITAIN & N.I. (GBR) 2 4 1 7
7  PR OF CHINA (CHN) 1 2 1 4
8  AUSTRALIA (AUS) 1 1 1 3
9  ETHIOPIA (ETH) 1 0 4 5
10  UKRAINE (UKR) 1 0 1 2
11  BOTSWANA (BOT) 1 0 0 1
11  BRAZIL (BRA) 1 0 0 1
11  GRENADA (GRN) 1 0 0 1
11  JAPAN (JPN) 1 0 0 1
11  NEW ZEALAND (NZL) 1 0 0 1
11  POLAND (POL) 1 0 0 1
17  SOUTH AFRICA (RSA) 0 2 2 4
18  CUBA (CUB) 0 1 3 4
18  FRANCE (FRA) 0 1 3 4
20  BELARUS (BLR) 0 1 1 2
21  CANADA (CAN) 0 1 0 1
21  CROATIA (CRO) 0 1 0 1
21  CZECH REPUBLIC (CZE) 0 1 0 1
21  ESTONIA (EST) 0 1 0 1
21  HUNGARY (HUN) 0 1 0 1
21  KAZAKHSTAN (KAZ) 0 1 0 1
21  NORWAY (NOR) 0 1 0 1
21  PUERTO RICO (PUR) 0 1 0 1
21  SUDAN (SUD) 0 1 0 1
21  TUNISIA (TUN) 0 1 0 1
31  COLOMBIA (COL) 0 0 2 2
31  SAINT KITTS AND NEVIS (SKN) 0 0 2 2
33  BAHAMAS (BAH) 0 0 1 1
33  BELGIUM (BEL) 0 0 1 1
33  ISLAMIC REPUBLIC OF IRAN (IRI) 0 0 1 1
33  ITALY (ITA) 0 0 1 1
33  LATVIA (LAT) 0 0 1 1
33  SLOVENIA (SLO) 0 0 1 1
33  SPAIN (ESP) 0 0 1 1
33  TRINIDAD AND TOBAGO (TRI) 0 0 1 1
33  ZIMBABWE (ZIM) 0 0 1 1

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook