Doda larga bem, mas termina mal a 1ª etapa da Fórmula 1 do Hipismo

Australiana foi a grande campeã da etapa de Doha do GCT / Foto: GCT / DivulgaçãoAustraliana foi a grande campeã da etapa de Doha do GCT / Foto: GCT / DivulgaçãoCatar - Na largada da 1ª Etapa do Global Champions Tour (GCT) 2012 em Doha, no Catar, o brasileiro Álvaro de Miranda, mais conhecido como Doda, subiu ao pódio graças à segunda colocação na prova com obstáculos a 1,5m, que disputou montando o seu AD Rahmannshos Bogeno. Mas ao longo da competição, considerada a Fórmula 1 do Hipismo mundial, o brasileiro não se manteve tão bem e caiu em relação à disputa de 2011.

No Grande Prêmio, disputado no sábado, os 42 inscritos, apenas 17 terminaram a primeira ronda sem nenhuma falha, entre eles o espanhol Sergio Alves Moya e a australiana Edwina Tops-Alexander, que montava o seu Cevo Itot du Chateau.

Finalmente, apenas cinco competidores disputavam o Grande Prêmio, após duas marcações de tempo. Numa exibição impecável, a australiana cravou 40s99, um tempo que para ela ainda não seria o suficiente para alcançar a vitória. Mas ninguém foi páreo para a amazona, que recebeu um prêmio equivalente a mais de R$ 300 mil. Marco Kutscher, alemão que fez 41s24, teve que se contentar com a medalha de prata e os € 90 mil. Completou o pódio o suiço Pius Schwizer, que com o cavalo Verdi III, foi premiado com € 67,5 mil.

Doda terminou a prova do GP em 22º, com o tempo de 71s74, cravado ainda na primeira ronda de competidores, quando não conseguiu terminar a prova sem falhas.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook