Quando o ouro foi para as mãos de Meligeni

Fernando durante o lançamento do seu livro em São Paulo  / Foto:  Letícia LimaFernando durante o lançamento do seu livro em São Paulo / Foto: Letícia Lima

São Paulo - Com a chegada de mais um Pan Americano várias histórias do esporte nacional são lembradas e reverenciadas por tudo que significaram quando aconteceram. Este ano tudo isso tem um sabor especial, pois passado e o presente se cruzam em uma mesma família especial para o tênis. Meligeni conquistou sua medalha de ouro há 16 anos e em 2019 vê sua sobrinha ser convocada para representar o Brasil em Lima.
 
Dia 10 de agosto de 2003, uma batalha de 2 horas e 45 minutos, um dia memorável ao tênis brasileiro, ao esporte brasileiro, dia da coroação de uma carreira que não poderia ter terminado de uma forma diferente. Raça, suor, determinação e muito coração para virar o jogo, com dois tie breaks, por 2/1 e sagrar-se medalhista de ouro em sua última competição em nível profissional de tênis.
 
Há 16 anos isso aconteceu em Santo Domingo, mas sempre é dia de lembrar e comemorar o feito de um atleta que até hoje se dedica em deixar um legado cada vez maior da modalidade que lhe formou enquanto pessoa e lhe proporcionou conquistas na vida profissional.
 
Agora ainda ele tem a felicidade de compartilhar com sua sobrinha Carolina Meligeni a sua convocação para ir aos jogos pan americano em Lima no Peru. Sim, tenista também, ela representará o esporte no próximo mês lutando por uma medalha junto a mais cinco tenistas brasileiros. Jogando desde muito cedo, Carol tem um estilo aguerrido de jogar, corre em todas as bolas e não tem ponto perdido durante uma partida, características bem familiares aos Meligenis. 
 
Sobre os projetos: Lançando o livro “Jogando Junto” com 132 insights para melhorar o seu tênis. É como um guia de raqueteira que todo tenista deve ter, onde dá dicas do que pode desenvolver em quadra. Continua com o projeto “Bate Bola com o tênis brasileiro” onde recebe garotos e garotas para treinar durante uma hora e se disponibiliza a auxiliá-los a desenvolver o seu jogo.
 
Fernando Meligeni (Fino): um dos nomes mais consagrados da história do tênis brasileiro participou de diversos campeonatos conquistando pódios e resultados expressivos, inclusive vencendo grandes tenistas como Sampras, Moyá, Nalbadian e Roddick. Conquistou três títulos de nível ATP em simples, foi 25º do ranking e permaneceu 10 anos entre os 100 melhores tenistas do mundo, além disso, foi semifinalista em Roland Garros. Encerrou sua carreira de jogador profissional em 2003, após ganhar medalha de ouro dos jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, na República Dominicana, neste mesmo ano foi eleito o melhor atleta pelo COB. Atualmente trabalha em diferentes projetos como: Jogando com o Tênis Brasileiro, palestras empresariais e lançamento deste terceiro livro na carreira. 
 
Sobre o Projeto: Recebe semanalmente dois jogadores para sessões de treinos no espaço MEM Tennis em São Paulo. Sem custo aos jogadores, em sua maioria juvenil e em transição para o profissional. Fernando transmite sua experiência, dá informações aos atletas e promove o debate com os técnicos e jogadores após as horas de “ralação”.
 
Livro: Está lançando em parceria com a Editora Évora: Em quase 132 capítulos, Meligeni tenta responder em seu mais novo livro “Jogando junto” a maior quantidade de perguntas que todo tenista já se fez ou se faz muitas das vezes que está em quadra. Com uma linguagem simples e objetiva para que todos os públicos possam desfrutar das observações, o livro é focado em todos aqueles que adoram praticar o esporte, de vez em quando, iniciantes na carreira ou ainda que almejam uma carreira profissional.
 
Veja Também: 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook