Brasil é o campeão sul-americano de Velocidade no Equador | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Brasil é o campeão sul-americano de Velocidade no Equador

O time encerra sua participação com vitórias e o bronze por equipe na Canoagem Maratona / Foto: Divulgação / CBCaO time encerra sua participação com vitórias e o bronze por equipe na Canoagem Maratona / Foto: Divulgação / CBCa

Rio de Janeiro - O quarto e último dia de competições em Ibarra no Equador foi marcado pela confirmação das boas performances dos atletas. A parte da manhã foi dedicada a realização das provas de 200 metros e no C2 Sênior Masculino 200 metros Erlon de Souza e Ronilson de Oliveira ganharam o ouro no tempo de 38:20, sendo a sexta vitória da dupla em Sul-americanos. Na canoa feminina, prova de C1 Sub-23 Feminino 200 metros, Andrea Santos mostrou vantagem sobre as adversárias e garantiu a primeira posição com tempo de 48:83. No C1 Sênior Feminino novamente Andrea Santos repete o bom resultado e conquistou a prata com a marca de 50:85. Isaquias Queiroz também competiu no C1 Sênior Masculino 200 metros e conquistou mais um ouro com uma prova terminada em 39:80.
 
Nas provas de caiaque mais uma prata conquistada no K2 Sênior Masculino 200 metros com Edson Freitas e Hans Mallman com um tempo final de prova de 33:40. “A prova do foi boa, tivemos o parâmetro do atleta olímpico que ficou em primeiro lugar e é uma referência. É uma prova de começo de temporada, mas que vamos utilizar ainda para aperfeiçoar o que precisa para as outras competições” revela Edson Freitas. No K1 Sênior Feminino 200 metros foi a vez de Ana Paula Vergutz de conquistar mais uma medalha de prata às suas conquistas com a chegada em 43:88. O K4 Sênior Masculino 200 metros formado por Hans Mallman, Edson Freitas, Adilson Gomes e Gilvan Bitencourt disputaram até o final da prova e conseguiram mais uma medalha de prata no tempo de 31:71, o ouro ficou para os atletas equatorianos.
 
As últimas provas do dia foram as do Sul-americano de Canoagem Maratona que contaram com 22 atletas representando o Brasil. Um dos destaques do país na prova de Canoagem Maratona foi a conquista dupla no pódio pelo Brasil na disputa do C2 Sênior Masculino 15km com a participação de Isaquias Queiroz e Matheus de Souza com 1:16:40; e em terceiro lugar Fabionei Rauber e Matheus Sacramento ficando com a medalha de bronze em um tempo de 1:18.35.
 
O quadro geral de medalhas do Sul-americano de Canoagem Velocidade confirmou as boas performances do Brasil que foi o campeão geral da competição com 44 medalhas de ouro, 20 de prata e 8 de bronze. O segundo lugar coube a Argentina com 21 medalhas de ouro, 19 pratas e 23 bronzes. O bronze geral da competição foi para o Uruguai com 13 de ouros, 13 pratas e 8 bronzes.
 
Ao final do Campeonato Sul-americano de Canoagem Maratona o título ficou para Argentina com 8 medalhas de ouro, 1 de prata e 2 de bronze. O segundo lugar coube a Chile com 5 medalhas de ouro e 5 pratas. Completando o pódio, o Brasil ganhou 4 ouros, 2 pratas e 4 bronzes.
 
Alvaro Acco Koslowski, chefe de equipe da delegação da Confederação Brasileira de Canoagem, comentou suas opiniões positivas da competição e futuros planos para se manter na liderança na canoagem. “Vencemos dentro e fora da água. A equipe brasileira não foi a maior, mas a união e dedicação coletiva levou o Brasil ao lugar mais alto do pódio da canoagem da América do Sul. Embora o foco da maior parte da equipe não foi o Campeonato Sul-americano, sempre é uma alegria vencer esta competição. Temos que continuar a trabalhar forte e fortalecer a base da Canoagem Velocidade, principalmente nas categorias cadete e junior, para que em 2016 continuemos no lugar mais alto do pódio da América do Sul” disse ele.
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook