Adestramento por equipe tenta prata e vaga em Londres 2012

A Seleção Brasileira de Adestramento Equestre realizou nesta quarta-feira, dia 12, no Country Club, o primeiro treinamento em Guadalajara / Foto: Wagner Carmo / Inovafoto / COBA Seleção Brasileira de Adestramento Equestre realizou nesta quarta-feira, dia 12, no Country Club, o primeiro treinamento em Guadalajara / Foto: Wagner Carmo / Inovafoto / COBGuadalajara - A Seleção Brasileira de Adestramento Equestre realizou nesta quarta-feira, dia 12, no Country Club, o primeiro treinamento em Guadalajara. Debaixo de chuva, os cavaleiros montaram por pouco tempo com o objetivo de desintoxicar e soltar a musculatura dos cavalos.

O foco da equipe está nos Jogos Olímpicos Londres 2012, pois neste Pan estarão em disputa duas vagas na prova de adestramento equestre por equipe.

Segundo a amazona Luiza Almeida, 20 anos, medalha de ouro no individual e prata por equipe nos Jogos Mundiais Militares 2011 e bronze por equipe nos Jogos Pan-americanos Rio 2007, o hipismo brasileiro vive um momento muito especial. É grande a expectativa de ganhar uma medalha em Guadalajara e se classificar para Londres 2012.

"Houve uma evolução muito acentuada nos últimos quatro anos no esporte. Mudou o treinador, estamos com novos cavalos e também estamos participando de várias clínicas pelo mundo. Neste Pan, queremos ficar pelo menos com a medalha de prata", disse Luiza, que montará Pastor na prova de adestramento por equipe.

A projeção da amazona brasileira tem uma explicação. É muito provável que os favoritos Estados Unidos, já garantidos em Londres 2012, conquistem a medalha de ouro no adestramento por equipe no Pan de Guadalajara. Assim, as duas vagas restantes ficariam para o segundo e terceiro colocados da prova. "Vamos brigar com Canadá e Costa Rica por estas duas vagas", acrescentou Luiza, que começou a saltar aos 5 anos e aos 13 já participava das provas de adestramento.

Thomas Walter, veterinário responsável pelos cinco cavalos brasileiros inscritos na prova de adestramento, disse que os animais tiveram uma boa aceitação da ração mexicana. "Como em qualquer outro país, o Ministério da Agricultura do México não permitiu a entrada da nossa ração. Entretanto, verificamos a temperatura dos cavalos pela manhã e todos estão bem", salientou o veterinário.

A prova de adestramento por equipe será disputada no próximo domingo, dia 16, no Country Club de Guadalajara, onde já serão definidas as equipes que ficarão com as vagas olímpicas. A prova de adestramento individual será realizada no dia 19, no mesmo local.

Os demais cavaleiros que compõem a Seleção Brasileira de Adestramento Equestre são: Leandro Silva, Mauro Júnior e Rogério Clementino (Roger).

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curiosidades de Londres

Curta - EA no Facebook