Ginástica de Trampolim vai à Europa para duas etapas da Copa do Mundo

Giovanna Venetiglio é uma das quatro atletas que irão à Europa / Foto: Ricardo Bufolin / Photo&Grafia Giovanna Venetiglio é uma das quatro atletas que irão à Europa / Foto: Ricardo Bufolin / Photo&Grafia Santo André - Quatro atletas da Seleção Brasileira de Ginástica de Trampolim representarão o Brasil em duas etapas da Copa do Mundo neste mês. Giovanna Venetiglio Matheus, Camilla Lopes Gomes, Carlos Ramirez Pala e Rafael Andrade estarão presentes nas etapas de Albacete, na Espanha, no próximo fim de semana (16 e 17), e de Arosa, na Suíça, nos dias 22 e 23.

A técnica e chefe da delegação - que embarca nesta terça-feira (12) no Aeroporto Internacional Galeão, no Rio de Janeiro, às 19h10, rumo à Espanha - será Tatiana Figueiredo. Marcos Antônio de Oliveira será o árbitro brasileiro nas duas etapas.

A modalidade está em pleno crescimento no Brasil e vem conquistando resultados expressivos nos últimos tempos, principalmente em 2011. Giovanna ganhou a medalha de bronze inédita na Copa do Mundo do Japão, em julho. Além disso, por sua colocação no Campeonato Mundial, realizado em novembro, garantiu vaga para o Pré-Olímpico de Trampolim, em janeiro. "Venho treinando bem desde o ano passado. Sei que vai ser bastante difícil, pois os 16 atletas que disputarão as Olimpíadas estarão nessas duas etapas, além de outros destaques da modalidade. Como a competição antecede os Jogos Olímpicos, todos irão, mas estou confiante."

Carlos Pala também garantiu vaga nas finais da etapa japonesa em 2011 e terminou em sexto. Rafael Andrade conquistou a prata nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, no México. Todo o grupo compete pela primeira vez este ano. A técnica destaca a importância da participação brasileira nos dois eventos. "O Brasil não estará nas Olimpíadas de Londres, mas é fundamental que eles estejam nestas competições, para darmos sequência ao trabalho que já está sendo realizado pensando nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Com certeza, trará experiência e motivação para os atletas", avaliou.

A treinadora comentou sobre o alto nível das duas etapas, em que estarão presentes atletas de mais de 20 países. "Tanto na Espanha quanto na Suíça, a competição será bem forte. São duas etapas que contarão com a presença de atletas de peso, principalmente por serem realizadas bem no centro da Europa, o que facilita a participação de ginastas do continente. Os europeus são muito fortes, assim como os chineses, que são sempre favoritos, além dos japoneses e russos no masculino, e bielorrússas e inglesas no feminino."

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook