Skate Vert Battle encerra a temporada de 2018

Marcelo Kosake faturou o troféu na categoria profissional / Foto: Eduardo ZuzaMarcelo Kosake faturou o troféu na categoria profissional / Foto: Eduardo Zuza

São Bernardo do Campo - Neste sábado, 15, São Bernardo do Campo recebeu a última etapa da temporada 2018 do Desafio de Skate Vert Battle. O evento, idealizado pelos skatistas Rony Gomes e Sandro Testinha, encerrou o calendário de competições oficiais de skate neste ano. 
 
Realizado no Parque da Juventude Cittá de Maróstica, o Vert Battle trouxe, mais uma vez, os maiores nomes da modalidade vertical para a cidade. Os atletas que se destacaram nesta ocasião foram Rony Gomes, na categoria Profissional; Marcelo Kosake, no Pro Master; e Henrique Ryuji, no Amador. Dan Cesar Pardinho e Augusto Akio ficaram com os segundo e terceiro lugares entre os profissionais. 
 
Na Pro Master, subiram ao pódio também Cris Mateus e Lécio Neguinho, com as segunda e terceira colocações. Já entre os amadores, Eduardo Alvares e Dan Sabino ficaram com a "prata" e o "bronze" respectivamente. Na categoria Amador, os resultados foram determinados em apenas uma volta. Na Pro Master, o resultado foi precedido de fase eliminatória, seguido de prova de classificação final. Já na categoria Profissional, por conta das fortes chuvas na data, que impediram a continuidade da disputa, não foi possível realizar a volta final, tendo sido considerada a ordem de classificação nas eliminatórias para determinar a premiação.
 
Na classificação geral, Rony Gomes foi o grande campeão entre os profissionais, com 2.350 pontos, seguido por Augusto Akio, com 2.853 pontos e Italo Penarrubia, com 2.574. Entre os Pro Masters, Marcelo Kosake foi o melhor colocado, com 2.853 pontos, seguido por Cris Mateus, com 2.803 e Marco Aurélio Jeff, com 2.402. Henrique Ryuji, foi o destaque entre os amadores, com 2.000 pontos, sucedido por Eduardo Alvares, 1.853 e André Vinícius com 1.714 pontos. 
 
Rony destaca o alto nível das competições e que este foi o ano mais acirrado do circuito. O skatista comenta a importância do Vert Battle e de sua relevância para a cena do vertical no Brasil. Além disso, reconhece a força da nova geração de skatistas para essa modalidade e espera um grande crescimento para o evento nos próximos anos.
O segundo colocado, Dan Cesar Pardinho, de Santo André, comenta que sempre treinou no Half de São Bernardo.
 
Agora residindo em Guararema, São Paulo, o atleta comemora o resultado apesar de não ter participado de uma “clássica final”, mas satisfeito por estar no pódio. “Existem poucas provas do segmento acontecendo, e o Vert Battle tem sido responsável por movimentar a cena e mostrar que o ‘skate vert vive’”. Augusto Akio “Japinha”, campeão da prova anterior, lamenta “não ter jogado todas as cartas” durante a competição, e esperava trazer uma volta ainda mais técnica na disputa da grande final. Mesmo assim, o mais jovem entre os profissionais conseguiu se manter entre os melhores e garantir uma boa colocação no ranking geral da competição.
 
Além das provas, o skatista e professor Denis Buiu trouxe uma apresentação de seus alunos Jump The Gap “Super Kids”. O som ficou novamente por conta de Dj Kefing e bandas locais.A partir de janeiro começam os preparativos para a próxima edição do campeonato, em 2019. 
 
Veja Também: 
 
 

 

 

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook