Rubens Donizete será o representante do Mountain Bike em Londres

Rubinho será Brasil em Londres/ Foto: CBC/DivulgaçãoRubinho será Brasil em Londres/ Foto: CBC/Divulgação

Minas Gerais - O ciclista mineiro Rubens Donizete, 32 anos, será o representante do Mountain Bike brasileiro nas Olimpíadas de Londres 2012. A conquista da vaga foi definida após cumprir o cronograma pré-olímpico do Projeto do Mountain Bike desenvolvido pela Confederação Brasileira de Ciclismo em parceria com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e Ministério do Esporte (ME).

A seleção brasileira masculina de Mountain Bike realizou um trabalho especifico para conseguir conquistar a vaga para Londres, e durante quatro meses de projeto o Brasil conseguiu passar da 26ª colocação para a 18ª posição no ranking internacional, com 1.183 pontos, o suficiente para conseguir classificar um atleta para os Jogos Olímpicos.

"Chegamos a dezembro de 2011 com um gosto amargo de que não iríamos às Olimpíadas, mas após o lançamento do Projeto Olímpico do Mountain Bike idealizado pela CBC, ganhamos esperança e após quatro meses de muito trabalho conquistamos a tão sonhada vaga para o Brasil" – destaca Ruy Avancini, técnico da seleção brasileira de Mountain Bike.

O critério utilizado pela Confederação Brasileira de Ciclismo para decidir quem seria o representante em Londres, caso viesse a conquistar a vaga, foi levar o atleta que estivesse mais bem colocado no ranking internacional após cumprir o cronograma pré-olímpico estabelecido, que foi finalizado próximo ao fechamento do ranking olímpico, dia 28 de maio.

Após várias competições internacionais, alem das principais provas do Brasil, que também foram classificatórias para Londres, Rubens Donizete foi o escolhido para representar o Brasil, após finalizar o cronograma sendo o 49º melhor atleta do mundo, com 554 pontos. O segundo melhor brasileiro foi Henrique Avancini na 89ª colocação, com 313 pontos, seguido de Edivando de Souza Cruz 93º, marcando 296 pontos.

A experiência do mineiro Rubens Donizete, nascido em Monte Santo de Minas (MG), será um dos grandes diferenciais do atleta na briga por uma medalha nas Olimpíadas. Entre os principais resultados do atleta estão a 21ª colocação nos Jogos Olímpicos de Pequim (CHN), medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro (2007), quinto lugar nos Jogos de Guadalajara (2011) e atual medalhista de prata do Campeonato Pan-Americano do México, em 2012.

"O nível do ciclismo brasileiro esta aumentando a cada ano e ser escolhido para representar o Brasil em uma competição tão importante já é uma grande vitória. Após esse período de classificação que foi bastante agitado, vamos agora dar continuidade ao projeto da CBC, desenvolvendo um trabalho especifico de preparação até os Jogos. A pista onde será realizada a prova de Mountain Bike nas Olimpíadas é bastante estreita e os melhores do mundo vão largar na primeira fila, então meu objetivo será me posicionar sempre entre os dez primeiros e tentar conquistar uma medalha inédita para o Brasil" afirma Rubens Donizete.

Após um ano intenso de etapas classificatórias o Brasil consegue assegurar a participação do Mountain Bike nas olimpíadas finalizando o ranking internacional como o primeiro colocado da America do Sul, ficando a frente de grandes potencias do ciclismo mundial como Portugal, Russia, Argentina, Colômbia, entre outros.

Com a vaga garantida, o próximo passo será a preparação até os Jogos Olímpicos, quando os atletas precisarão estar em sua melhor forma física. No Mountain Bike, o atleta Rubens Donizete fará treinos específicos em São Paulo, onde ficará concentrado e realizará uma série de avaliações. Logo depois “Rubinho” embarca para os Estados Unidos, onde participará de uma etapa da Copa do Mundo em Windham para ganhar ritmo e finalizar a sua preparação. Seu embarque para as Olimpíadas de Londres esta previsto para o dia 7 de agosto.

"Foram quatro meses de muita dedicação e esforço dos atletas envolvidos no Projeto do Mountain Bike. Agora já temos definido o nosso representante e precisamos dar continuidade ao nosso cronograma, visando à preparação do “Rubinho” até a data da sua competição, 12 de agosto. Estamos na reta final e todos os detalhes serão fundamentais" destaca Francisco Florencio, Fisiologista e Diretor do Departamento de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Ciclismo.

Desta forma o Brasil já soma seis vagas nos Jogos Olímpicos de Londres, sendo três vagas do ciclismo de estrada masculino, duas vagas do Bicicross, uma no masculino e uma no feminino, uma vaga no Mountain Bike masculino e após saber a classificação do ciclismo de estrada feminino poderemos aumentar ainda mais a quantidade de atletas do ciclismo nas olimpíadas, marcando essa participação como uma das maiores de todos os tempos.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook