Francisco Barreto conquista ouro histórico

Francisco Barretto / Foto: Ricardo Bufolin/CBGFrancisco Barretto / Foto: Ricardo Bufolin/CBG

Lima - Pelo terceiro dia consecutivo, a Ginástica Artística masculina do Brasil festejou uma medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima. Nesta terça-feira (30), Francisco Barreto Júnior venceu a final do cavalo com alças, com a nota 13,533. Foi a primeira vez que um brasileiro levou o ouro nesta prova em Pan-Americanos. A única medalha havia sido um bronze de Mosiah Rodrigues, em Santo Domingo-2003.
 
Além desta medalha de ouro, a Ginástica Artística brasileira terminou o dia com uma de prata. Favorito ao título pan-americano, Arthur Zanetti cometeu uma falha em sua série nas argolas e terminou com a medalha de prata, repetindo o resultado do Pan de Guadalajara-2011.
 
Chico admitiu que não fez a prova que considerava ideal, mas que procurou buscar uma série segura que lhe garantisse um lugar no pódio. “Fui campeão dos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba, em 2018, e sabia que alguns daqueles ginastas estariam competindo aqui e que eu tinha grande chance de ser finalista. A prova do cavalo é complicada, qualquer erro você cai. Vinha treinando muito e apresentei hoje uma série segura, para que a apresentação fosse a mais perfeita possível”, disse o ginasta, que temeu pela nota em razão da demora dos árbitros.
 
“Saí da prova sabendo que poderia ter sido melhor. Senti uma pressão pela demora dos árbitros, mas como vinha treinando muito, tinha confiança no resultado”, afirmou Chico, que admite que o Brasil precisa melhorar neste aparelho. “Tivemos falhas na prova de equipes e estamos cientes que quando voltarmos ao Brasil, precisamos treinar mais neste aparelho”, afirmou o ginasta, que nesta quarta-feira (31) voltará a competir em duas finais: nas paralelas, substituindo Arthur Nory, e na barra fixa.
Ele também comentou a respeito da ótima participação da Ginástica masculina em Lima. “Precisamos treinar muito mais para competir bem com outros países. Há alguns anos, tínhamos dificuldade para atingir a quantidade de resultados que estamos tendo, mas isso mostra que as gerações passadas nos ajudaram a nos preparar para o que está acontecendo hoje”, explicou Chico Barreto.
 
Prata de Zanetti - Considerado como o grande favorito nas argolas, Arthur Zanetti finalizou os Jogos Pan-Americanos com uma medalha de prata. Um erro cometido pelo brasileiro acabou lhe custando a vitória. “A primeira parte da séria foi boa, mas no final, na hora de fazer o cristo, por causa de uma inflamação no ombro direito, acabei sentindo mais dor ainda. Ao fazer o giro, o pé acabou entrando um pouco. Faltou um pouco de força, dei uma carpada e foi ali que cometi o erro da série”, disse Zanetti, que mais cedo competiu na final do solo, terminando em sétimo lugar.
 
O ginasta ressaltou que o objetivo principal do time masculino foi cumprido em Lima, com a participação em todas as finais por aparelho. “O dever pessoal não foi atingido, então não saio satisfeito totalmente por causa disso. Agora é trabalhar firme para o Mundial, que vale vaga olímpica”, disse Zanetti, referindo-se ao Mundial de Stuttgart, em outubro.
 
Mais brasileiros - Nesta terça-feira, outros brasileiros também participaram das finais por aparelho no Ginásio de Villa El Salvador. No solo, Arthur Nory terminou em quarto lugar. Nas argolas, além de Zanetti, Caio Souza ficou em quarto lugar, perdendo a medalha de bronze no desempate para o argentino Federico Molinari. E no feminino, as duas brasileiras não chegaram ao pódio. Na prova das assimétricas, Lorrane Oliveira ficou em quarto lugar e Carolyne Pedro foi a sétima colocada.
 
Programação da Ginástica Masculina
 
31/7 – Finais por aparelho: salto (15h, com Luís Porto), paralelas (16h20, com Caio Souza e Francisco Barreto Júnior) e barra fixa (17h10, com Arthur Nory e Francisco Barreto Júnior)
Programação da Ginástica Artística feminina
 
31/7 – Finais por aparelho: trave (15h, com Flavia Saraiva) e solo (16h20, com Flavia Saraiva e Thais Fidélis)
 
Os convocados
 
Seleção Masculina
• Arthur Nory (Pinheiros/SP)
• Arthur Zanetti (Serc/SP)
• Caio Souza (São Bernardo do Campo/SP)
• Francisco Barretto Jr (Pinheiros/SP)
• Luís Porto (Grêmio Náutico União/RS)
 
Treinadores
• Marcos Goto
• Cristiano Albino
• Ricardo Yokoyama
 
Seleção Feminina
• Flavia Saraiva (Flamengo-RJ)
• Jade Barbosa (Flamengo-RJ)
• Thaís Fidélis (Cegin-PR)
• Carolyne Mercer Pedro (Cegin-PR)
• Lorrane Oliveira (Flamengo-RJ)
 
Treinadores
• Valeri Liukin
• Francisco Porath Neto
• Iryna Ilyashenko
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook