Barbara Seixas e Fernanda Berti vão em busca de bom resultado em Tóquio

Barbara Seixas e Fernanda Berti vão em busca de bom resultado em Tóquio / Foto: Marcio Rodrigues/ACEBarbara Seixas e Fernanda Berti vão em busca de bom resultado em Tóquio / Foto: Marcio Rodrigues/ACE

Tóquio - A um ano das Olimpíadas de Tóquio, as campeãs brasileiras de vôlei de praia Barbara Seixas e Fernanda Berti vivem a expectativa da estreia na etapa quatro estrelas que será disputada, a partir desta quinta-feira (25.07), na capital japonesa. Evento teste para os Jogos, o torneio é crucial para a parceria na corrida por uma das vagas do Brasil na modalidade. A estreia será diante das compatriotas Maria Elisa e Carol, às 22h40 (horário de Brasília). 
 
Com formato olímpico, a competição ainda prevê dois confrontos na primeira fase. As adversárias serão as chinesas Xia e Wang e as tailandesas Radarong e Hongpak. A etapa em Tóquio seguirá o formato olímpico, com 24 duplas em cada naipe, divididas em seis chaves. Os dois primeiros colocados de cada grupo, além dos dois melhores terceiros, avançam às oitavas de final. Os outros quatro terceiros colocados disputam uma fase eliminatória preliminar, o Lucky loser, com os dois vencedores completando os 16 times das oitavas. Desta fase em diante, a disputa segue em formato eliminatório tradicional, com oitavas, quartas, semifinais e disputas de bronze e ouro.
 
E o aspecto olímpico traz ainda mais motivação para a parceria, que segue firme na luta por uma das duas vagas do Brasil no naipe feminino em Tóquio. Para isso, Barbara e Fernanda seguem trabalhando firme e com os pés no chão.
 
“Não tem faltado sacrifício e dedicação. Por isso continuamos confiantes. Sabemos da dificuldade, que estamos atrás na corrida olímpica, que não tivemos um bom começo, mas continuaremos lutando e confiantes. Muita coisa ainda vai acontecer, já que o circuito feminino está muito equilibrado. Nossa equipe possui muita experiência, já passamos por momentos como esse e sabemos o que significa uma Olimpíada, o que precisa para se classificar”, disse o treinador Rico de Freitas.
 
Na quarta competição em quatro semanas, a dupla campeã brasileira tem mostrado, de acordo com a comissão técnica, evolução. E o momento de os resultados aparecerem chegou.
 
“Acreditamos muito no merecimento. Continuamos firmes e sabemos que para conquistar objetivos importantes precisamos fazer sacrifícios grandes. Acreditamos que nossa hora vai chegar e acho que já estamos merecendo. Os resultados ainda não foram condizentes com o trabalho que estamos fazendo. Obviamente que quem só olha para os resultados tem uma ideia muito fria do que é isso aqui. Ficaremos seis semanas rodando pelas etapas e só quem está aqui sabe o sacrifício que é e o trabalho bem feito que está sendo desenvolvido”, analisou Rico.
 
Veja Também: 
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook