Jesper Svensson e Kirsty Jahn vencem o Caixa Ironman Brasil 2018

CAIXA IRONMAN Brasil 2018 / Foto: Fábio Falconi/Unlimited SportsCAIXA IRONMAN Brasil 2018 / Foto: Fábio Falconi/Unlimited Sports

Florianópolis - O Caixa Ironman Brasil segue surpreendendo e mostra porque é uma das provas mais técnicas do calendário internacional. Depois de ter o recorde mundial estabelecido no ano passado, com o britânico Tim Don,  desta vez o topo do pódio ficou com um estreante nas distâncias full. 
 
O sueco Jesper Svensson fez sua primeira prova com 3,8 km de ciclismo, 180 km de ciclismo e 42,2 km de corrida em Florianópolis e não poderia ter sido melhor, pois venceu com o tempo de 8h08min06seg. A segunda colocação ficou com o brasileiro Igor Amorelli, campeão em 2014, que marcou 8h14min29seg, enquanto o também brasileiro Thiago Vinhal foi o terceiro, com 8h19min11seg. 
 
Entre as mulheres, a vitória também foi estrangeira. A canadense Kirsty Jahn, que havia sido vice-campeã no Ironman 70.3 Florianópolis, em abril, manteve o bom momento e garantiu o primeiro lugar com a marca de 8h54min57seg, seguida pela norte-americana Sarah Piampiano, com 9h03min33seg, e a brasileira Bruna Mahn, 9h10min37seg. Cada um dos vencedores levou oito mil dólares para casa e pontos no ranking para o Mundial de Kona.
 
Um dia azul e de temperatura alta marcou a 18ª edição do Caixa IronMan Brasil. Com isso, os tempos também  foram mais altos, mas nem por isso fáceis. No masculino e no feminino, os triatletas tiveram bastante trabalho para completar o desafio da prova. Sorte do público, que mais uma vez prestigiou o evento desde cedo em Jurerê Internacional. 
 
No masculino, o brasileiro Igor era o favorito em razão do excelente momento e da vitória no Ironman 70.3 Florianópolis. Mas um problema no pedal no início do ciclismo acabou com o sonho do brasileiro do segundo título em casa. Sorte de Jesper, que fez uma ótima natação e manteve a ponta no ciclismo e corrida para conseguir sua primeira conquista no full.
 
“Eu disse que talvez pudesse me surpreender e foi o que aconteceu. Estou muito contente por estrear em um Ironman vencendo, ainda mais aqui no Brasil. Foi uma prova incrível e eu percebi que hoje poderia ser meu dia ao sair da água e ver que estava me sentindo bem. Fiquei surpreso em conseguir abrir no ciclismo e mantive um bom ritmo na corrida. Com certeza quero voltar aqui ano que vem, foi uma grande prova”, destacou.
 
Bastante chateado, Igor reconheceu que o dia não foi bom. “Hoje foi um dia muito duro. As coisas não saíram como eu esperava, mas não dá para reclamar de um segundo lugar. Minha vontade sempre é vencer, mas nem sempre é possível. Queria agradecer ao apoio da torcida e parabenizar o Jesper pela boa prova”, declarou o triatleta, que já tem a vaga para Kona garantida. 
Feminino
No feminino, a briga foi mais disputada, com algumas atletas se revezando na ponta. Na corrida, Kristy conseguiu se destacar, seguida por Sarah Piampiano, e fechou a prova com seu melhor tempo na carreira. Além disso, o resultado deixou a vencedora mais perto de Kona.
“Esse foi o meu melhor tempo em Ironman. A prova aqui é incrível, com percurso lindo e desafiador e público apoiando o tempo todo. Eu não comecei minha temporada muito bem e esse resultado foi extremamente importante para mim. Com certeza aqui é um lugar que eu retornarei para competir mais vezes", afirmou a canadense.
 
A brasileira Bruna Mahn, segunda em abril, na Praia dos Ingleses e melhor brasileira deste domingo, destacou a energia da cidade. “A energia de Florianópolis é incrível. A semana toda aqui é especial, o povo respira Ironman. Eu consegui dois bons resultados no 70.3 e agora e meu objetivo é buscar uma vaga em Kona. Vou disputar uma etapa do Ironman na Alemanha e correr atrás dos pontos que faltam”, encerrou.
 
Resultados – Elite
 
Masculino
 
1º Jesper Svensson (SUE) - 8h08min06seg
2º Igor Amorelli (BRA) - 8h14min29seg
3º Thiago Vinhal (BRA) - 8h19min11seg
 
Feminino
 
1ª Kirsty Jahn (DIN) - 8h54min57seg
2ª Sarah Piampiano (EUA) - 9h03min33seg
3ª Bruna Mahn (BRA) - 9h10min37seg
 
Veja Também: 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook