Meninas perdem para o Canadá e vão disputar de 13ª a 16ª posição

Mundial FINA 2017 / Foto: CBDA/DivulgaçãoMundial FINA 2017 / Foto: CBDA/Divulgação

Budapeste - Na última partida da primeira fase a seleção feminina de Polo Aquático enfrentou o Canadá, na tarde desta quinta-feira, 20/7, em que o Brasil foi derrotado por 16 a 6 (parciais 4:2, 4:2, 4:1, 4:1).
 
Grande adversário, o time do norte do Continente tem a vantagem do entrosamento que o levou a ser atual vice-campeão da Liga Mundial 2017. Como terminou como quarto colocado do Grupo A, o Brasil vai enfrentar a África do Sul, quarto colocado do Grupo B, na disputa entre a 13ª e 16ª colocação, no sábado, dia 22/7, a partir das 5h30, de Brasília.
 
No início do jogo, as boas defesas de Victoria Chamorro, não impediram a vitória do time adversário, por quatro a dois. Para o Brasil, Melani Dias e Diana Abla fizeram os gols. Ainda nos oito minutos iniciais o time conseguiu manter-se na partida mesmo com a ausência de Marina Zablith, capitã e jogadora mais experiente, que cometera sua segunda falta.
 
Com gols de Mariana Duarte e Samantha Ferreira, o Brasil ainda conseguiu manter um ritmo mais forte, mesmo deixando alguns espaços descobertos na defesa. Samantha Ferreira, em sua primeira competição mundial, registrou hoje seu primeiro gol.
 
- Esta é a primeira vez que eu jogo no adulto, meu primeiro gol, estou muito feliz, estou realizando um sonho... é inexplicável. O Duda (Abla, treinador do Brasil) está me ajudando muito e estou aprendendo coisa sque eu nem sabia que seria capaz. Eu quero jogar bem, ajudar a equipe mais e mais para continuar no adulto. Todas me acolheram muito bem. Amanhã temos chances e vamos agarrar – comentou a irreverente, Samantha Ferreira, artilheira do Brasil no jogo, com três gols. 
 
Na volta do intervalo, nos primeiros ataques, com ritmo mais acelerado, as meninas canadenses aumentaram a diferença, com dois gols. Samantha Ferreira, em um rebote após um pênalti defendido, marcou seu segundo gol. Porém, no ataque seguinte, mais um gol do Canadá.
 
No ultimo período, a defesa brasileira não acertou a marcação e, depois de algumas trocas de bola, ela sempre chegava com facilidade a alguma canadense desmarcada.
 
- Esses são os primeiros três jogos que faço com elas, então não conseguimos analisar. Por enquanto, estamos na fase de conhecimento. O time está fazendo o que eu estou pedindo, se mantendo ofensivo. Mas, na defesa vejo que fica muito falho. Diferente do que encontramos nas equipes adversárias – analisou Duda Abla. 
 
Seleção Brasileira: 1 Victoria Chamorro, 2 Diana Abla, 3 Marina Zablith, 4 Julia Souza, 5 Ana Alice Amaral, 6 KemilyLeão, 7 Samantha Ferreira, 8 Mylla Bruzzo, 9 Melani Dias, 10 Viviane Bahia, 11 Mariana Rogê Duarte, 12 Leticia Belorio, 13 Raquel Sá.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook