Brasil perde pra Croácia e encara o Japão

A seleção brasileira masculina estreou com derrota para a Croácia por 14 a 5, nesta 2ª feira, 18/7, no polo aquático do Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai / Foto: CBDA DivulgaçãoA seleção brasileira masculina estreou com derrota para a Croácia por 14 a 5, nesta 2ª feira, 18/7, no polo aquático do Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai / Foto: CBDA DivulgaçãoXangai – A seleção brasileira masculina estreou com derrota para a Croácia por 14 a 5, nesta 2ª feira, 18/7, no polo aquático do Mundial de Esportes Aquáticos de Xangai. As parciais foram de BRA 0 x 5 CRO / 1 x 3 / 3 x 4 / 1 x 2. O próximo compromisso do time brasileiro é contra o Japão no próximo dia 20/7 (quarta), a partir das 12h10 (1h10, de Brasília).

"Nosso time pode encarar qualquer um. No primeiro quarto ficaram impressionados com o nome do adversário, mas depois se acalmaram e endureceram o jogo. O Brasil tem qualidade, mas muitos dos nossos próprios jogadores ainda não sabem disso. Tenho certeza que a equipe vai melhorar a cada partida", afirmou Goran Sablic, técnico do Brasil e nascido na Croácia, e que colocou todos os 13 jogadores para atuarem. 

O jogo foi a dureza que já se esperava, em se tratando de Croácia, campeã mundial em Melbourne/2007 e bronze no Mundial de Roma/2009. E a derrota se configurou no primeiro período, quando a Croácia marcou 5 a 0. Após a perda do sprint inicial por João Felipe, o primeiro gol saiu com um pouco mais de um minuto da partida numa jogada de homem a mais. No final do quarto, Danilo deu um arremesso cheio de efeito, que bateu na trave, no lance mais perigoso para o Brasil no período. Logo depois, Marcelinho fez difícil defesa que impediu uma diferença maior.

A resistência brasileira no segundo período cresceu. Aos 4m54, os croatas ampliaram, primeiro em gol cara a cara com o goleiro brasileiro, depois por cobertura. Aos 3m23, Danilo chutou no ângulo esquerdo do goleiro para tirar o Brasil do branco no placar.

No terceiro período, um pouco antes do 11º gol croata, o Brasil fez boa jogada em homem a mais, mas a bola foi na trave em arremesso de Henrique. Antes do fim do quarto, ocorreu a primeira oportunidade em que os brasileiros marcaram dois gols em seguida, por sinal ambos bonitos. No primeiro, de Marcelo, em jogada coletiva em que o Brasil estava no ataque com vantagem numérica, pois a equipe da Croácia avançara toda, e no outro, com o belo arremesso de Grummy, que colocou tanto efeito, que a bola saiu totalmente da envergadura do goleiro croata. No início do quarto, Crivella fez o segundo gol brasileiro num chute da linha de cinco metros. 

O quarto final foi o que menos a bola balançou as redes. O gol brasileiro veio num lance de homem a mais, com Henrique, aos 22 segundos pro fim. Mas ainda houve tempo para a Croácia marcar seu 14º gol, 12 segundos depois.

Sequencia de gols:

1º quarto = Croácia 1 x 0 (#4 Dobud - 6’13”) / Croácia 2 x 0 (#3 Boskovic – 5’16”, de pênalti) / Croácia 3 x 0 (#3 Boskovic – 4’30”) / Croácia 4 x 0 (#3 Boskovic - 3’46”) / Croácia 5 x 0 (#8 Buslje - 17”)

2º quarto = Croácia 6 x 0 (#9 Sukno - 4’54”) / Croácia 7 x 0 (#11 Paskvalin - 4’16”) / Brasil 1 x 7 (#12 Danilo – 3’23”) / Croácia 8 x 1 (#12 Obradovic – 1’53”)

3º quarto: Brasil 2 x 8 (#7 Jonas - 6’32”) / Croácia 9 x 2 (#11 Paskvalin - 6’14”) / 10 x 2 (#11 Paskvalin – 5’14”) / Croácia 11 x 2 (#9 Sukno - 2’48”) / Brasil 3 x 11 (#5 Marcelo - 2’06”) / Brasil 4 x 11 (#6 Grummy – 1’18”) / Croácia 12 x 4 (#4 Dobud - 1’04’)

4º quarto: Croácia 13 x 4  (#9 Sukno - 4’49”) / Brasil 5 x 13 (#3 Henrique – 22”) / Croácia 14 x 5 (#3 Boskovic – 10”).

Brasil = 1 – Marcelo Chagas / 2 – Emílio Vieira / 3 – Henrique Moniz (1) / 4 – Bernardo Gomes / 5 – Marcelo Franco (1) / 6 – Gustavo Guimarães (Grummy) (1) / 7 – Jonas Crivella (1) / 8 – Felipe Silva - capitão / 9 – Bernardo Reis / 10 – Rudá Franco / 11 – João Coelho / 12 – Danilo Correa (1) / 13 – Vinícius Antonelli. Técnico: Goran Sablic / Auxiliar-técnico: Bárbaro Diaz.

Croácia = 1 – Josip Pavic / 2 – Damir Buric / 3 – Miho Boskovic (4) / 4 – Niksa Dobud (2) / 5 – Maro Jokovic / 6 – Petar Muslim /  7 – Frano Karac / 8 – Andro Buslje (1) / 9 – Sandro Sukno (3) / 10 – Samir Barac – capitão / 11 – Fran Paskvalin (3) /  12 – Paulo Obradovic (1) / 13 – Ivan Buljubasic. Técnico: Radko Rudic

Árbitros = Osvaldo Gonzalez (Porto Rico) & Mihailo Ciric (Sérvia)

Outros resultados:

Grupo A

Hungria 11 x 10 Montenegro

Espanha 18 x 5 Cazaquistão

Grupo B

Austrália 9 x 8 Romênia

Sérvia x China

Grupo C

Brasil 5 x 14 Croácia 

Japão x Canadá

Grupo D 

EUA x Alemanha

Itália x África do Sul

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook