Sul Rosa defende Goiânia no Brazil Run Series

Sul Rosa defende Goiânia no Brazil Run Series/Circuito Caixa / Foto: DivulgaçãoSul Rosa defende Goiânia no Brazil Run Series/Circuito Caixa / Foto: Divulgação

São Paulo - Num Estado onde o cerrado e as baixas altitudes dominam a paisagem, um dos destaques do atletismo é uma especialista em corrida em montanha. A goiana Sul Rosa tem no currículo o tricampeonato brasileiro juvenil, o vice-campeonato brasileiro e o título de Rainha da Montanha de 2014.
Sul vai levar toda essa experiência das montanhas para a etapa de Goiânia do Brazil Run Series/Circuito de Corridas Caixa, neste domingo (7). O objetivo: conquistar o bicampeonato dos 5 km da prova e ganhar velocidade para os próximos desafios.
 
Sul Rosa ficou afastada das competições por três meses, devido a uma tendinopatia no quadril direito. Em seu retorno, há três semanas, disputou a terceira etapa da Copa Brasil de Montanha, em Brumadinho, Minas Gerais, e, na sequência, a Meia Maratona Ecológica de Goiânia, conquistando o tricampeonato da prova em clima de superação.
 
"Desde o ínicio fiquei entre as primeiras colocadas. Nos últimos 500 metros, perdi a primeira posição. Percebi que meu nariz tinha começado a sangrar, mesmo assim aumentei a cadência das passadas, e fiquei peito a peito com a líder. Joguei o corpo para a frente já na linha de chegada e consegui vencer, pelo terceiro ano consecutivo", conta a atleta. O sangramento no nariz foi consequência da mudança repentina de clima, do frio de Campos do Jordão, em São Paulo, onde vem treinando, para o tempo seco e quente de Goiânia.
 
Para a atleta, o calor pode atrapalhar também na prova deste domingo (7), no Parque Areião. A mudança de treinamento, da mudança para o asfalto, também é um desafio. "Esta semana venho focando mais na velocidade, com treinos de tiro, corrida em rampa, pedal, exercícios com peso, sempre pensando na prova de domingo. É um treinamento muito diferente daquele feito para corrida em montanha, que exige mais força e resistência. É uma batida de frente. Na corrida de rua, você usa muito mais a ponta do pé, sem tanto contato com o solo", ensina Sul.
 
Por outro lado, a resistência adquirida nos treinos em altitude em Campos do Jordão deve contar pontos a favor de Sul Rosa. "Quem treina em lugares mais altos tem um aumento no número de glóbulos vermelhos no sangue. Sem dúvida, é uma vantagem diante dos outros corredores" destaca. 
 
Vencedora da etapa de Goiânia do Circuito Caixa em 2013, nos 5 km, Sul Rosa quer repetir a dose este ano. Mais que isso, pretende baixar o seu tempo com uma marca em torno dos 18 minutos, visando os próximos desafios. A atleta disputará as outras etapas da Copa Brasil de Corrida em Montanha, que valem a vaga para o Mundial de Corrida em Montanha, no final do ano. 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook