Atletas do Tiro Esportivo terão cérebro monitorado para melhorar desempenho

A CBTE inaugura uma nova fase no treinamento psicofisiológico de alto rendimento do Tiro Esportivo. No destaque, Ana Luiza Ferrão  / Foto: Divulgação COBA CBTE inaugura uma nova fase no treinamento psicofisiológico de alto rendimento do Tiro Esportivo. No destaque, Ana Luiza Ferrão / Foto: Divulgação COB

Rio de Janeiro - A CBTE inaugura uma nova fase no treinamento psicofisiológico de alto rendimento do Tiro Esportivo, disponibilizando aos seus atletas o treinamento em Neurofeedback (NFB), que será conduzido pelo Psicólogo e Pós-Graduando em Neurociências Aplicadas (UFRJ), Silvio de Souza Aguiar Carvalho.
 
O treinamento em NFB consiste inicialmente em uma avaliação eletroencefalográfica, realizando a medição e gravação dos padrões de atividade cerebral do atleta em determinadas regiões do escalpo e em situações específicas, cujas informações produzem o relatório necessário para elaboração do programa individualizado de treinamento.
 
Tanto a avaliação quanto o treinamento são feitos através da leitura da atividade elétrica do cérebro utilizando um equipamento de Eletroencefalografia (EEG) e recursos computacionais (software e hardware) de interface cérebro-computador de última geração, sendo portanto um método não invasivo.
 
Principalmente no Tiro Esportivo, a regulação dos estados fisiológicos, cognitivos e emocionais são requisitos fundamentais para o atleta atingir e manter os níveis de alto desempenho. Embora em alguns indivíduos a regulação desses estados ocorra de forma natural, monitorar o cérebro e as alterações do sistema nervoso autonômico durante os estados de melhor desempenho, possibilita identificar e promover esses estados específicos, através do treinamento do cérebro e o sistema nervoso. É nessa tarefa onde NFB pode melhor ajudar o atleta, por um lado, por promover um estado ótimo de atenção e foco; por outro lado, por reduzir a ansiedade, o diálogo interno negativo, a raiva e a desnecessária ativação simpática. 
 
A técnica já é utilizada por atletas de elite nos principais centros de treinamento do mundo, com grande presença no Tiro Esportivo, porém, como todo treinamento de habilidades psicológicas, participar do grupo assistido em NFB é uma decisão particular.
 
A concentração dos atletas da Carabina e Pistola será usada pela Confederação Brasileira de Tiro Esportivo para as avaliações iniciais, porém, os atletas residentes no Rio de Janeiro poderão antecipar e agendar suas avaliações diretamente com Silvio Aguiar, por e-mail (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.) ou pelo celular  21 8104-0463.