"A experiência é incrível", diz Bellucci após estreia no tênis

Embora tenha sido empurrado pela galera, brasileiro nem precisou, já que o alemão Dustin Brown deixou a partida lesionado / Foto: Cameron Spencer/Getty ImagesEmbora tenha sido empurrado pela galera, brasileiro nem precisou, já que o alemão Dustin Brown deixou a partida lesionado / Foto: Cameron Spencer/Getty Images

Rio de Janeiro - Não que Thomaz Bellucci tenha precisado do apoio da torcida para se classificar à segunda rodada do tênis nos Jogos Olímpicos. Afinal, o adversário, o alemão Dustin Brown, abandonou a partida devido a uma lesão no tornozelo. Mas o brasileiro sabe que, quando necessário, o barulho das arquibancadas faz a diferença. 
 
"Nós sempre jogamos a Copa Davis no Brasil, mas não em um estádio grande como este, com tanta gente. A atmosfera é incrível. A experiência é incrível. Esse é provavelmente o torneio mais especial da minha carreira", disse Bellucci após a partida, disputada no Centro Olímpico de Tênis. 
 
Segundo Bellucci, a atmosfera é bastante diferente daquela que os tenistas costumam encontrar no circuito mundial "Eles (torcedores brasileiros) são muito apaixonados, amigáveis, jogam com o atleta. Quando você faz um ponto eles gritam. Na Europa as pessoas são mais calmas, não fazem tanto barulho. Mas no Brasil elas enlouquecem, e isso é muito legal".
 
Para o brasileiro, só o que não foi bacana na partida foi a lesão do adversário. "Não é assim que eu gostaria de vencer na primeira rodada. Estou feliz de chegar à segunda rodada, mas também estou muito triste por ver um amigo se machucar assim". 
 
O alemão, que chorou bastante em razão da desistência, tinha vencido o primeiro set por 6 a 4, e Bellucci tinha vantagenm de 5 a 4 no segundo set, quando o jogo foi interrompido.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook