Remador que assumiu ser gay conquista vaga olímpica

À esquerda, Robbie posa com seu parceiro no skiff duplo / Foto: ReproduçãoÀ esquerda, Robbie posa com seu parceiro no skiff duplo / Foto: Reprodução

Rio de Janeiro - O remador Robbie Manson, da Nova Zelândia, acaba de carimbar seu passaporte para os Jogos Olímpicos de 2016. Neste domingo, ele foi medalhista de bronze na categoria skiff duplo no Mundial da França, ao lado do parceiro Chris Harris. 

Manson, que chamou a atenção recentemente, ao se declarar homossexual, participará pela segunda vez de uma edição das Olimpíadas. Em Londres 2012, no skiff quádruplo, a equipe neozelandesa terminou em sétimo lugar. 

"Medalhista de bronze no Campeonato Mundial. Mal posso acreditar. Depois de uma temporada de altos e baixos e afastamento por seis semanas por causa de lesão é muito bom terminar no topo. Que venha o Rio!", publicou ele em seu perfil no Facebook. 
 
Ao assumir sua orientação sexual, no ano passado, o remador desabafou. "Eu aprendi muito sobre mim mesmo e o que significa ser gay nos últimos anos e o que significa ser gay no esporte competitivo. E tive um sentimento muito positivo. Já existem vários modelos de atletas gays e muitos que alcançaram mais do que já consegui", disse.
 
Para Robbie, é preciso mudar paradigmas. "Mas espero que a minha história possa agregar algo a isso tudo. Quero mostrar a outras pessoas que estão sofrendo com sua sexualidade que não é apenas OK ser gay, mas também uma coisa boa. Isso não vai mudar quem você é, seus limites e o que você pode alcançar. No fim do dia, é apenas uma das coisas que me definem como pessoa", finalizou. 
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook