Aborrecida, Beltrame diz que Paes tratou remo como "porcaria

Fabiana Beltrame / Foto: Gaspar Nobrega / inovafotoFabiana Beltrame / Foto: Gaspar Nobrega / inovafoto

Rio de Janeiro - A principal remadora do Brasil, campeã mundial em 2011, Fabiana Beltrame, disse estar "aborrecida" com as últimas declarações do prefeito do Rio, Eduardo Paes, a respeito do remo. 

Paes afirmou durante a semana que as pessoas não precisariam comprar ingresso para acompanhar as provas da modalidade, uma vez que ela será disputada na Lagoa Rodrigo de Freitas e que os espectadores poderiam assistir às disputas da beira da lagoa, de graça.

"Ele (Paes) tirou o valor do remo. Tratou o remo como se fosse qualquer porcaria. Eu e os outros atletas ficamos aborrecidos e chocados. A gente treina todo dia, cinco seis horas, e tem de ouvir isso. É falta de respeito. Não sei ao certo o que ele quis dizer, de repente não foi a intenção, mas foi um comentário infeliz", declarou, ao UOL Esporte. 
 
"Claro que você pode ver uma competição de remo de diversos lugares, mas nada se comparar a estar ali na arquibancada para ver a chegada, aquele momento mais emocionante. Ele (Paes) mostrou que não entende de remo", emendou Fabiana. 
 
A remadora lamentou a medida tomada pelo Comitê Organizador de não construir uma arquibancada flutuante para os Jogos Rio 2016 na Lagoa."Em Londres, eram quase 20 mil pessoas acompanhando as provas de remo, e aqui será muito menos. Na competição em si, dentro da água, muda pouco. Mas é sempre bom ter aquele calor humano, aquela torcida, principalmente na chegada", concluiu a atleta.
 
Veja Também: 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook