Brasil terá 12 representantes no Sul-Americano

Bianca Cavalcanti / Foto:DivulgaçãoBianca Cavalcanti / Foto:Divulgação

Argentina - O Brasil estará presente no Campeonato Sul-Americano de Pentatlo Moderno, que começa nesta segunda-feira, 7, e vai até quarta, 9, em Buenos Aires. Na capital argentina, estaremos representados por 12 grandes pentatletas, de 15 a 31 anos: Danilo Fagundes, 31, Felipe Nascimento, 26, William Muinhos, 26, Gabriel Sasaqui, 23, Victor Aguiar, 22, Marcelo Saraiva, 20, e Vitor Vaz, 19, no masculino; e Priscila Oliveira, 30, Bianca Cavalcanti, 24, Isabela Abreu, 24, Stephany Saraiva, 24, e Marcela Mello, 15, no feminino.
 
O torneio terá disputas tanto da categoria Sênior (acima de 21 anos) quanto da Júnior (19 a 21). Todas as cinco provas da modalidade olímpica (natação, esgrima, hipismo e laser-run) vão acontecer no Colégio Militar Nacional, que fica na região de El Palomar.
 
Dos 12 brasileiros que estarão no torneio, Danilo, Felipe, William, Priscila e Isabela competiram na última semana no Aberto do Quirguistão, que distribuiu pontos para o ranking olímpico. Na ocasião, Danilo e Priscila ficaram no top 10 do torneio, conquistando 25 e 23 pontos, respectivamente, pelo sétimo (dele) e o oitavo lugar (dela).
 
“A prova no Quirguistão não foi ruim, mas também não foi 100%. A gente teve um problema com nossas bagagens e eu e o William competimos com uniforme emprestado. Acho que isso comprometeu um pouco a nossa performance”, avalia Danilo.
 
Quirguistão-Argentina - William, que foi o 19º no Quirguistão, também comenta os contratempos que os brasileiros tiveram no país asiático. Ele ainda encarou a bermuda da natação rasgada, mas conseguiu importantes 12 pontos no ranking olímpico.
 
Após o Aberto do Quirguistão, aliás, o carioca foi praticamente direto para Buenos Aires, assim como Felipe. Os dois tiveram a oportunidade de chegar à capital argentina uma semana antes do Sul-Americano, porque tiveram o apoio da Comissão Desportiva Militar do Brasil (CMDB). Ambos são da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA).
 
“Gosto muito de competir aqui, onde tenho ótimas lembranças. A semana foi de treinos bons e intensos e espero poder fazer uma excelente e divertida prova, alcançando o melhor de mim no dia”, destaca William.
 
Felipe também gostou da escolha da sede do Sul-Americano, apesar de não contar com a temperatura em torno dos 15ºC dos dias que já passou em Buenos Aires. O pernambucano comemora poder ter chegado na Argentina uma semana antes da competição.
 
“Tivemos uma espécie de camp training. Foi bom porque já treinamos no local de competição e pude me aclimatar com o frio. Espero ter o melhor desempenho possível, visando uma medalha no pódio”, avalia.
 
Estreante - Dentre os 12 pentatletas brasileiros que vão competir no Sul-Americano, Vitor Vaz fará sua estreia na categoria Júnior do torneio. O pentatleta de 19 anos já competiu na Argentina em 2013 e no ano passado, mas, em ambas as ocasiões, em disputas das categorias abaixo da Júnior.
 
“Resolvi participar desse torneio também para adquirir experiência fazendo as cinco provas. É um campeonato importante com outras nações. Competir com outros atletas sem ser do Brasil é sempre uma experiência muito válida”, celebra Vitor.
 
O carioca está em Buenos Aires com certa limitação, já que há semana teve um acidente no hipismo, que lhe causou uma pequena lesão na mão. Mas apesar disso, está animado para a disputa.
 
“Me preparei bastante para essa prova. Os treinamentos foram muito focados na parte aeróbica, com muitas séries de longa distancia, também para reforçar a parte de velocidade. Espero um desempenho bem interessante para poder me avaliar. Posso não estar nos meus 100%, mas aí é que podemos avaliar e ter noção do trabalho feito”, defende.
 
Ao lado de Vitor na disputa Júnior do Sul-Americano, Marcela Mello vai encarar as cinco provas do Pentatlo Moderno com apenas 15 anos. Nada que ela não tenha feito, já que apesar da pouca idade, esteve nos mundiais Júnior e sub-19 desse ano, na Polônia e Bulgária, respectivamente. 
 
A carioca se diz feliz por poder competir com nomes mais experientes. Na Argentina, Marcela espera absorver muito aprendizado com os demais pentatletas.
 
“Os treinamentos foram bem puxados nessa última temporada, mas apesar do cansaço, me sinto pronta. Espero colocar todo meu treinamento em prática e, se Deus quiser, conseguir melhorar minhas marcas”, projeta.
 
Experiência - Alguns pentatletas de nossa delegação em Buenos Aires vão aproveitar a longa experiência que têm no Pentatlo Moderno, mesmo sendo jovens, para afinar ainda mais seus desempenhos em torneios internacionais. É o caso de Victor Aguiar, que diz que os treinos foram exaustivos, mas com muita melhora pessoal,
 
“Conheço cada metro quadrado do Colégio Militar Nacional. Então, quero usar a competição como preparação para o Mundial Militar”, conta Victor, já de olho no torneio do fim do mês, na China. “Espero melhorar a minha natação, fazer uma boa esgrima e equitação e chegando no laser-run, que vença o melhor”.
 
Colega de treinamento de Victor, Gabriel Sasaqui está de olho em boas colocações no Sul-Americano para pontuar bem no ranking da modalidade.
 
“Houve algumas mudanças na rotina de treinamento, que eu acredito que terão bons efeitos no resultado geral. Por isso, acredito que farei uma das melhores provas da minha vida”, espera o carioca.
 
No time feminino, Bianca Cavalcanti destaca o Sul-Americano como uma prova importante. A carioca também já conhece bem o local das disputas.
 
“Os treinos foram fortes e focados para essa prova. Espero conseguir melhorar meus resultados e estar entre as três melhores da America do Sul”, torce.
 
Em Buenos Aires, a delegação brasileira estará acompanhada do coordenador-técnico da Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno (CBPM) no Rio de Janeiro, Fábio Correa, e dos instrutores de esgrima e de hipismo, Carlos Giffoni e Erick Nascimento, respectivamente. Dos 12 pentatletas, 10 recebem o benefício da Bolsa Atleta, do Ministério da Cidadania. Felipe e Priscila também integram o programa Time PE, do Governo do Estado de Pernambuco.
 
Bianca, Felipe, Gabriel, Isabela, Victor, Stephany e William ainda são atletas do Programa de Alto Rendimento das Forças Armadas, como terceiros sargentos. Bianca, Victor e Stephany são da Comissão de Desportos da Marinha (CDM), Felipe e William da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA) e Isabela da Comissão de Desportos do Exército (CDE).
 
Delegação Brasileira
 
Masculino
Danilo Fagundes - 31 anos
Felipe Nascimento - 26 anos
William Muinhos - 26 anos
Gabriel Sasaqui - 23 anos
Victor Aguiar - 22 anos
Marcelo Saraiva - 20 anos
Vitor Vaz - 19 anos
 
Feminino
Priscila Oliveira - 30 anos
Bianca Cavalcanti - 24 anos
Isabela Abreu - 24 anos
Stephany Saraiva - 24 anos
Marcela Mello - 15 anos
 
Cronograma do Sul-Americano
 
Segunda (7 de outubro): disputa feminina
Terça (8 de outubro): disputa masculina
Quarta (9 de outubro): revezamento misto
 
 
 
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook