Brasil é bronze no revezamento feminino de Pentatlo Moderno em Lima

 

Isabela Abreu e Priscila Oliveira conquistaram a primeira medalha da modalidade no torneio / Foto: Divulgação/CBPMIsabela Abreu e Priscila Oliveira conquistaram a primeira medalha da modalidade no torneio / Foto: Divulgação/CBPM

Lima - O Pentatlo Moderno brasileiro conquistou sua primeira medalha nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019, nesta segunda-feira, 29. As responsáveis pelo feito são Isabela Abreu, 24, e Priscila Oliveira, 30, que levaram o bronze no revezamento feminino da competição. As brasileiras subiram no terceiro lugar do pódio depois de somarem 1.294 pontos no evento que reuniu oito duplas.
 
Também nesta segunda, Danilo Fagundes, 31, e Felipe Nascimento, 26, representaram o país no revezamento masculino. Eles ficaram a apenas três segundos da medalha de bronze, ao conquistar 1.465. A prova entre eles reuniu 12 duplas.
 
Os revezamentos desta segunda foram disputadas no Lima Convention Center (esgrima tradicional) e na Escola Militar de Chorrillos (natação, esgrima bônus, hipismo e laser-run). São os mesmos locais das disputas individuais do Pentatlo Moderno, que aconteceram na sexta, 26, sábado, 27, e domingo, 28.
 
O pódio feminino de hoje foi encabeçado pelas norte-americanas Jessica Davis e Samantha Achterberg (foi prata individual), que somaram 1.350 pontos. Já a prata ficou com as cubanas Leydi Laura Moya (bronze individual) e Elianei Rodriguez, que chegaram aos 1.328 pontos.
 
No masculino, o ouro foi para os mexicanos Jose Huerta e Duilio Gonzalez, que fizeram 1.485 pontos. A prata foi para os norte-americanos Amro Elgerizy e Brendan Anderson, com 1.476 pontos; e o bronze para os argentinos Sergio Villamayor (bronze individual) e Emmanuel Zapata, que chegaram aos 1.468 pontos.
 
Mulheres - A segunda para os pentatletas em Lima 2019 começou pela esgrima tradicional. Isabela e Priscila lideraram a luta com a espada da disputa delas, somando 27 vitórias (14 da Isabel e 13 de Priscila) e 13 derrotas, que foram convertidas em 245 pontos.
 
Na natação, as duas cravaram o segundo melhor tempo, com 2min09s01, que lhes asseguraram 292 pontos. Na esgrima bônus, as brasileiras venceram o único duelo que encararam, contra as guatemaltecas Ana Sophia Hernandez e Sofia Cabrera, garantindo um ponto. No hipismo, as pentatletas perderam 31 pontos pela derrubada de obstáculos e 39 pelo tempo. Elas concluíram os saltos com o cavalo em 2min15s04, levando 230 pontos. No laser-sun, Isabela e Priscila conseguiram 525 pontos, depois das quatro séries de 800 metros de corrida intercaladas com cinco acertos de tiro a laser.
 
Homens - Entre os homens, Danilo e Felipe começaram o revezamento masculino vencendo 15 duelos (Felipe 8 e Danilo 7) da esgrima tradicional, que representaram 226 pontos. Na natação, os pentatletas cravaram 1min56s10, que foram transformados em 318 pontos. Na esgrima bônus, os brasileiros venceram dois duelos, assegurando dois pontos. No hipismo, Danilo e Felipe perderam 18 pontos pela derrubada de obstáculo e 24 pelo tempo, ao completar a prova em 2min0s99. O laser-run proporcionou uma grande emoção ao público presente. Iniciando a prova depois de Felipe, no último dos quatro 800 metros, Danilo ficou na cola de Sergio Villamayor para a disputa do terceiro lugar. Por pouco, o carioca não ultrapassou o argentino nos metros finais. Por causa do ótimo desempenho, os brasileiros fizeram o melhor tempo da prova, com 10min29, alcançando 671 pontos.
 
Veja Também: 
 
 

 

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook