Apoio moral da esposa Larissa ajudou Lili no bronze do Pan

Lili posa com sua esposa, Larissa, e os sogros em viagem / Foto: Arquivo PessoalLili posa com sua esposa, Larissa, e os sogros em viagem / Foto: Arquivo Pessoal

Rio de Janeiro - Um dos segredos para que Lili e Carol Horta voltassem com tudo na disputa do bronze em Toronto após a frustrante derrota na semifinal tem nome e dois títulos pan-americanos. Larissa, esposa de Lili, deu apoio moral fundamental na conquista da medalha brasileira. 

Casadas desde 2013, as duas jogadoras do vôlei de praia só não são parceiras mesmo dentro das linhas na areia. "Eu falo com ela toda hora, né? É difícil porque ela está no Japão e fica meio confuso", explica Lili.

Larissa joga hoje com Talita mas tem na estante uma medalha de bronze e duas de ouro em Pans. Além disso foi bronze olímpico em Londres 2012. Ou seja, já passou pela frustrante experiência de cair nas semis e ter que arrumar forças na disputa do bronze. 

"Ela deu todo apoio, nem falou sobre o jogo em si, mas da emoção, de tudo que eu poderia fazer porque era um jogo importantíssimo. Ela passou por momento como esse na Olimpíada quando perdeu na semifinal. Foi difícil conquistar a medalha e só ela sabe o quanto é importante", disse Lili. 

Larissa pediu que Lili jogasse muito pela medalha, que seria muito importante. "Foi o que fizemos. Minha primeira foi de bronze, quem sabe não estou seguindo [o mesmo caminho de Larissa, de obter depois dois ouros]?", brincou a mais nova medalhista do vôlei de praia do Brasil. 

Veja Também: