Allan do Carmo termina a maratona aquática na 17ª colocação

Brasileiro terminou a prova em 1h53m16s4; holandês Ferry Weertman venceu com 1h52m59s8 / Foto: Marcelo Pereira/Exemplus/COBBrasileiro terminou a prova em 1h53m16s4; holandês Ferry Weertman venceu com 1h52m59s8 / Foto: Marcelo Pereira/Exemplus/COB

Rio de Janeiro - O nadador brasileiro Allan do Carmo, único representante do país na prova masculina de maratona aquática dos Jogos Olímpicos Rio 2016, completou os 10km em águas abertas na 18ª posição, nesta terça-feira, 16 de agosto, na Praia de Copacabana, Zonal Sul do Rio de Janeiro. O baiano, vice-campeão mundial em 2015, fez o percurso em 1h53m16s4. 
 
 
Em uma prova acirrada, Allan chegou a estar entre os primeiros até a última volta. Na disputa da primeira parcial (2.52km), Allan terminou na 13ª colocação, com o tempo de 29m45s3. No segundo percurso (5Km), ele acelerou e subiu para a oitava posição com 58m19s5, 1m21s2 atrás do líder da prova. 
 
Na penúltima volta (7.48Km), o maratonista caiu para a décima posição: 1h25m59s7. "O pelotão fez os dois últimos percursos muito fortes e a prova ficou mais emocionante. Infelizmente eu não consegui acompanhar o ritmo", disse.
 
"Tivemos toda estrutura e apoio do COB e da CBDA durante os quatro anos de preparação para as Olimpíadas. Não foi falta de vontade e esforço. Fico feliz pelo reconhecimento de todos. Estou triste com o resultado, mas feliz em ter me empenhado ao máximo. A torcida foi espetacular. Desde 2009, o Brasil vem tendo um bom resultado em competições internacionais. É um legado dessa geração. Esse ciclo olímpico vai ficar para a história".
 
Com grande parte dos nadadores chegando juntos na linha de chegada a prova foi decidida com o auxílio do Photo Finish. A medalha de ouro ficou com o holandês Ferry Weertman, com 1h52m59s8, seguido pelo grego Spiros Gianniotis (1h52m59s8) e pelo francês Marc-Antoine Olivier (1h53m02s0).
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curta - EA no Facebook