Juliana e Larissa perto do hepta

Dupla brasileira é campeã mundial / Foto: Humberto Deveza / EADupla brasileira é campeã mundial / Foto: Humberto Deveza / EA

São Paulo - As medalhistas olímpicas Juliana e Larissa podem garantir na etapa finlandesa do Circuito Mundial de vôlei de praia o título antecipado da temporada 2012 da competição. A dupla brasileira, que estreia nesta quinta, dia 30, na 11ª e penúltima etapa do ano, precisa conquistar o ouro na cidade de Aland para garantir antecipadamente o heptacampeonato da principal competição internacional anual da modalidade. O Brasil também será representado por Maria Clara/Lili e Ágatha/Bárbara Seixas no torneio.
 
Juliana e Larissa chegam à ilha finlandesa na liderança do ranking mundial, com 5.280 pontos. Únicas concorrentes das brasileiras na disputa pelo título da temporada, as chinesas Chen Xue e Zhang Xi, que têm 5.240, não disputarão o torneio finlandês. Se vencerem a etapa, as campeãs mundiais chegarão a 5.560 pontos no ranking mundial, já considerando os descartes previstos no regulamento, e estarão fora do alcance das asiáticas, que podem chegar no máximo a 5.520 caso vençam a última etapa do ano, em outubro, na Tailândia, obedecendo aos mesmos critérios.
 
O retrospecto da dupla brasileira em Aland deixa o título ainda mais próximo. Nos quatro anos em que a cidade recebeu o Circuito Mundial, foram dois títulos de Juliana e Larissa: 2007 e 2009. Em 2011, as brasileiras ficaram com a prata e, no ano passado, com o bronze.
 
“É uma alegria enorme estar perto de conquistar nosso sétimo título mundial. Não é fácil vencer no esporte, ainda mais vencer sete vezes uma competição que envolve os melhores atletas do mundo. Mas, sinceramente, ainda não estamos pensando nisso. Para conquistarmos o título temos que conquistar a medalha de ouro nessa etapa, o que não será nada fácil. Não estamos criando ansiedade e vamos trabalhar focadas apenas em fazer o melhor”, explica Larissa.
 
Melhor jogadora do mundo nas últimas três temporadas, Juliana também prefere pensar passo a passo, mas admite a expectativa pela conquista.
 
“Temos sempre a postura de não ficar projetando muito à frente. Pensamos jogo a jogo para mantermos o foco. Queremos demais esse sétimo título mundial, mas ele virá de maneira natural se tivermos um bom desempenho nessas duas etapas que faltam”, comenta.
 
Se garantirem o heptacampeonato, Juliana e Larissa passarão a formar a dupla com maior número de conquistas na história da competição. Atualmente, a dupla divide o posto com as também hexacampeãs brasileiras Adriana Behar e Shelda. O recordista absoluto de conquistas é Emanuel, dono de dez títulos do Circuito Mundial.