Aprendizado para 2016 | Esporte Alternativo - O site de quem pratica esportes !

Aprendizado para 2016

Equipe feminina de tênis de mesa é eliminada pela Coreia do Sul por 3 a 0 e está fora de Londres 2012/ Foto: Alaor Filho/AGIF/COB Equipe feminina de tênis de mesa é eliminada pela Coreia do Sul por 3 a 0 e está fora de Londres 2012/ Foto: Alaor Filho/AGIF/COB

Londres- A equipe brasileira feminina de tênis de mesa foi eliminada de Londres 2012 sem ganhar um game sequer. Nas três partidas disputadas na manhã desta sexta-feira, 3 de agosto, no Excel North Arena 1, o Brasil perdeu para a Coreia do Sul por 3 a 0. Na plateia, um torcedor ilustre foi dar seu apoio às meninas brasileiras: Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro.
 
No primeiro confronto da manhã, Carolina Kumahara enfrentou Kyungah Kim. A brasileira foi derrotada por 11/2, 11/3 e 11/6. Depois, foi a vez de Gui Lin duelar com Hajung Seok. Vitória da coreana por 11/8, 11/5 e 11/8. Na terceira e última partida, o Brasil formou sua dupla com Lin Gui e Ligia Silva. Nova derrota, desta vez por 11/6, 11/5 e 11/6.
 
O técnico Lincon Yasuda lembrou que a Coreia do Sul está entre as quatro maiores potências do tênis de mesa feminino. “Em primeiro lugar, é bom frisar que esta foi a primeira vez em que classificamos a equipe feminina para os Jogos Olímpicos. Antes só havíamos jogado individual e duplas. As nossas meninas não se intimidaram, reagiram bem, mas é difícil jogar contra a quarta melhor equipe do mundo”, analisou Yasuda.
 
Caroline Kumahara, que está entre as 200 melhores mesa-tenistas do mundo, reconheceu que o nível técnico das coreanas é muito superior ao das brasileiras. “Elas são bem regulares e têm muita tradição no esporte pelo número de praticantes no país. No Brasil, estamos aumentando o número de praticantes e espero que a nossa próxima geração já tenha um desempenho melhor nas competições internacionais”, disse.
 
Ligia Silva, a mais experiente e já em seus terceiros Jogos Olímpicos, endossou as palavras da companheira de equipe. Segundo ela, o mais importante é aumentar o número de mesatenistas no Brasil. “Para fazer bonito em 2016 é preciso começar o trabalho desde já. Evidente que reconhecemos a diferença para as grandes potências, mas pra tudo tem um começo”, completou Ligia.
 
A chinesa naturalizada brasileira Gui Lin disputou em Londres seus primeiros Jogos Olímpicos. “É muito bom poder viver todo este ambiente, interagindo com as grandes atletas e com o público presente. Tenho muito orgulho de ter representado o Brasil e espero que possamos ter um melhor resultado em casa, em 2016”, finalizou.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook