Fluminense é tetra campeão do Troféu Brasil

Juliana (288,30), do Fluminense, vencedora do trampolim de 3 metros no último dia de provas no Rio de Janeiro, falou da expectativa da confirmação da vaga para sua quarta Olimpíada / Foto: Satiro Sodré / Divulgação CBDAJuliana (288,30), do Fluminense, vencedora do trampolim de 3 metros no último dia de provas no Rio de Janeiro, falou da expectativa da confirmação da vaga para sua quarta Olimpíada / Foto: Satiro Sodré / Divulgação CBDARio de Janeiro - O Troféu Brasil de Saltos Ornamentais terminou neste domingo, 15/05, no Parque Julio de Lamare com o Fluminense campeão pela quarta vez consecutiva. As equipes do Pinheiros/SP e Apoe/RJ levaram os troféus de prata e bronze.

A competição terminou com cinco atletas com índices para as etapas do Grand Prix da Federação Internacional de Natação, que antecedem os Jogos Olímpicos de Londres: Cesar Castro (3 metros), Hugo Parisi (plataforma 10 metros), Luis Outerelo (3 metros), Ian Matos (3 metros) e Juliana Veloso (3 metros). A CBDA divulgará oficialmente a convocação das equipes ao longo da próxima semana.

Nas duas primeiras disputas do FINA Grand Prix - Montreal/CAN (27 a 29/04) e Fort Lauderdale/EUA (3 a 6/05) - todos competem, ficando a terceira - Madrid/ESP (8 a 10/06) - apenas para os classificados nos Jogos Olímpicos de Londres que, por enquanto, são Cesar Castro e Hugo Parisi. Juliana Veloso e Andressa Mendes (que não competiu o troféu Brasil) ainda aguardam veredicto da FINA sobre suas vagas.

Juliana (288,30), do Fluminense, vencedora do trampolim de 3 metros no último dia de provas no Rio de Janeiro, falou da expectativa da confirmação da vaga para sua quarta Olimpíada.

"Apesar de ter muita experiência, no trampolim me sinto como uma principiante. Sempre disputei a plataforma e tinha uma segurança que ainda não tenho no trampolim. Digo sempre que plataforma é outro esporte! A expectativa é grande para a confirmação de Londres, mas estou bem, treinando forte para os Grand Prixs. Isso vai garantir uma boa preparação caso o lugar nos Jogos Olímpicoss confirme", disse.

Milena Canto Sae (267,80), do Clube Semanal/SP, e Ingrid de Oliveira (259,00), do Fluminense, ficaram com a prata e o bronze dos 3 metros.

Quatro mortais e meio para frente na posição grupada. Hugo Parisi vai começar a perseguir esse salto com todo afinco para subir sua pontuação nos Jogos Olímpicos de Londres. O atleta do Mackenzie venceu a plataforma no último dia do Troféu Brasil de Saltos Ornamentais (dom, 15/04), sua última disputa nacional antes de desembarcar para sua terceira Olimpíada, com 482,55 pontos passando 87,55 pontos do índice estipulado para os Grand Prixs da Federação Internacional (395,00), que servirão para um treino com alguns dos principais saltadores do mundo.

"Ainda não tiramos o salto e por isso não sei se vou usá-lo nos Grand Prixs, mas a hora de testar é essa. Esse salto, quando bem executado faz uma diferença de 15, 20 pontos a mais. Ele tem 3,7 de grau de dificuldade. Esse salto vai deixar minha série nivelada com todos os tops, mas não basta fazer, tem que fazer bem! Não dá pra prever o que vai acontecer porque são muitos fatores que entram numa competição como Jogos Olímpicos, mas comparando com Pequim 2008, eu voltei a treinar em Brasília, tive quatro anos com mais estrutura, patrocínios e isso tudo conta. Vamos trabalhar para que dê certo", disse. Completaram o pódio brasileiro Cassius Dura (387,05), da Apoe/RJ, e Rafael Zambaldi (348,55), do Clube Semanal/SP.

A gêmeas Natali e Nicoli Cruz (240,03), da Apoe/RJ, venceram o trampolim de 3 metros sincronizado, com Juliana Veloso e Tammy Galera, do Fluminense (238,02), em segundo, e Fernanda Rodrigues e Jéssica Mello (218,25), do Pinheiros, em terceiro.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook