Preparando-se para o futuro

Na 3ª Etapa da Copa Brasil de Canoagem Slalom, realizada neste fim de semana em Três Coroas (RS), foi visto de perto o planejamento que a Confederação Brasileira de Canoagem aplica em busca do crescimento da base da modalidade/ Foto:  Divulgação Na 3ª Etapa da Copa Brasil de Canoagem Slalom, realizada neste fim de semana em Três Coroas (RS), foi visto de perto o planejamento que a Confederação Brasileira de Canoagem aplica em busca do crescimento da base da modalidade/ Foto: Divulgação Três Coroas - A Canoagem Slalom é uma das modalidades que mais crescem na Canoagem Brasileira e serve de modelo de crescimento para qualquer esporte que vise uma medalha olímpica nos Jogos Olímpicos Rio 2016. E no último final de semana foi isso que se viu em Três Coroas, no Rio Grande do Sul.

Na 3ª Etapa da Copa Brasil de Canoagem Slalom, realizada neste fim de semana em Três Coroas (RS), foi visto de perto o planejamento que a Confederação Brasileira de Canoagem aplica em busca do crescimento da base da modalidade e seu conseqüente crescimento técnico visando a medalha olímpica a médio e longo prazo.

“Estamos trabalhando com muito esforço para proporcionar aos canoístas todas as condições de desenvolvimento. Três Coroas aqui no Rio Grande do Sul, juntamente com Foz do Iguaçu (PR), Primavera do Leste (MT), Piraju (SP) e Macaé (RJ), são cidades onde estamos aplicando os centros de desenvolvimento para a Canoagem Slalom e de onde certamente esperamos que surjam nossos primeiros medalhistas olímpicos brasileiros na Canoagem Slalom”, disse Argos Rodrigues, superintendente da Confederação Brasileira de Canoagem.

A etapa de Três Coroas reuniu 163 canoístas na cidade, sendo 81 na 1ª Divisão e 82 na 2ª Divisão (Iniciantes), totalizando 208 embarcações no evento. Segundo Carlos Henrique Pedrosa, supervisor do Departamento Técnico da CBCa, o local da realização do evento e a organização foram pontos a se elogiar na competição.

“Fiquei impressionado com o local. Localizado em um parque que respira esportes, a pista é muito bem acabada e a organização estava muito bem preparada para receber o evento. A apuração dos tempos foi excelente, com uma boa equipe e utilizando fotocélulas todas as provas acontecendo dentro da programação”, ressaltou.

Destaques - Mostrando pleno conhecimento da pista e competindo no ‘quintal de casa’ o gaúcho Gustavo Selbach (ASTECA/Três Coroas), principal nome do K1 na história da Canoagem Slalom brasileira, marcou o tempo de 98.86 em sua descida garantindo o título no K1 Masculino Sênior. No K1 Masculino Júnior o vencedor foi o jovem Pedro Henrique Gonçalves (APEN/Piraju) com o tempo de 97.03, melhor tempo da competição na categoria 1ª Divisão.

No K1 Feminino Sênior o ouro ficou com Poliana Aparecida de Paula (APEN/Piraju), atleta brasileira em Pequim 2008, e que garantiu o primeiro lugar com o tempo de 116.20. No K1 Feminino Júnior a vencedora foi Bárbara Rossi (IMEL/Foz do Iguaçu) com 140.36

No C1 Masculino Sênior o ouro ficou com o Cássio Petry (ASTECA/Três Coroas) com o tempo de 109.58 e no C1 Masculino Júnior com o canoísta Thiago Serra (ASCAPI/Piracicaba) com a marca de 120.18. Na categoria C1 Feminina Única Poliana de Paula garantiu mais um ouro para sua coleção particular ao garantir o primeiro lugar com o tempo de 146.19.

No C2 Masculino Sênior a dupla Anderson Weber e Jean Pereira (ASTECA/Três Coroas) levou o título com 124.43, e no C2 Masculino Júnior os jovens Pedro Aversa e Rafael Souza (ASCAPI/Piracicaba) garantiram o primeiro lugar com 135.21.

Na luta pelo título geral da 1ª Divisão a Associação Pirajuense de Esportes Náuticos (APEN) de Piraju (SP) levou a melhor e ficou na primeira colocação com 687,5 pontos. Na segunda colocação ficou o Instituto Meninos do Lago (IMEL) de Foz do Iguaçu (PR) com 625 pontos, seguido na terceira colocação com a Associação Trescoroense de Canoagem (ASTECA) de Três Coroas (RS) com 500 pontos.

Já na briga pelo título geral da 2ª Divisão os atletas de Piraju e Foz do Iguaçu, mas os pirajuenses levaram o melhor também na divisão de acesso.  A Associação Pirajuense de Esportes Náuticos (APEN) de Piraju (SP) ficou com o título com 1850 pontos, seguida pelo Instituto Meninos do Lago (IMEL) de Foz do Iguaçu (PR) com 1550 pontos e pela Associação Primaverense de Canoagem (APC) de Primavera do Leste (MT) com 250 pontos.

Todos os resultados completos, inclusive da categoria 2ª Divisão (Iniciantes) podem ser conferidos no link:
http://www.cbca.org.br/newcbca/evento/resultados/eventos_id/343

Preparando-se para o futuro - Dentro do planejamento da Confederação Brasileira de Canoagem para o crescimento da modalidade estão: aumento substancial do número de novos praticantes no Brasil, oferecimento das melhores condições de treinamento e competição aos atletas de alto rendimento, palestras e encontros regulares ao corpo técnico da modalidade, novos núcleos de desenvolvimento no país, participação nos principais eventos internacionais da Canoagem Slalom, entre outras ações que buscam o crescimento desejado da modalidade.

O próximo e último evento do calendário nacional da Canoagem Slalom está marcado para os dias 17 1 18 de dezembro, em Piraju, São Paulo, onde acontecerá o Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom – 1ª Divisão.

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook