Os novos campeões brasileiros de Canoagem Velocidade

Foram quatro dias de intensas disputas entre 278 atletas, de 22 associações de canoagem, que disputaram 196 provas na tentativa de obter o título nas categorias Infantil, Menor, Cadete, Junior, Sênior, Master e Paracanoagem, no masculino e no feminino, canoa e caiaque  / Foto: Iran SchlederForam quatro dias de intensas disputas entre 278 atletas, de 22 associações de canoagem, que disputaram 196 provas na tentativa de obter o título nas categorias Infantil, Menor, Cadete, Junior, Sênior, Master e Paracanoagem, no masculino e no feminino, canoa e caiaque / Foto: Iran SchlederSão Paulo - Acabou no domingo, dia 28 de novembro, na raia olímpica da Universidade de São Paulo (USP), na capital paulista, o Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade 2010, premiando os melhores atletas da modalidade neste ano. O campeonato também foi válido para classificar os canoístas que podem ser convocados para representar o Brasil nos eventos internacionais de 2011.

Foram quatro dias de intensas disputas entre 278 atletas, de 22 associações de canoagem, que disputaram 196 provas na tentativa de obter o título nas categorias Infantil, Menor, Cadete, Junior, Sênior, Master e Paracanoagem, no masculino e no feminino, canoa e caiaque.

Estiveram competindo em São Paulo atletas como Nilvater Santos, campeão mundial universitário e quarto melhor do mundo no C1 200m; Edson Silva, quarto melhor do mundo no K1 200m; Fernando Fernandes e Marta Ferreira, atuais campeões mundiais de Paracanoagem; Valdenice Conceição, campeã pan-americana no C1 200m Feminino; Luciana Costa, medalhista de bronze no C1 200m Feminino na Copa do Mundo da Alemanha; além das revelações da nova geração como a dupla Erlon Souza e Ronilson Oliveira, Ana Sátila, Isaquias Queiroz. 

Provas válidas para o Ranking 2010

Os melhores classificados neste evento irão compor o Ranking da Canoagem Velocidade, que por sua vez, será base para a convocação dos atletas para a participação dos eventos internacionais de 2011.

Nas provas válidas para o ranking, disputadas hoje na raia olímpica, Naiane Pereira (ACEN) garantiu o ouro no K1 200m Feminino Sênior com o tempo de 00:49.11, Edson Silva (GAC) no K1 200m Masculino Sênior com 00:39.42, Nivalter Santos (CRF) no C1 200m Masculino Sênior com 00:45.09 e Valdenice do Nascimento (ACI) no C1 200m Feminino Open com 00:57.80.
 
Campeões brasileiros nos 200 metros

Nas provas de Paracanoagem o canoístas Patrick Almeida (APEN) ficou em primeiro no Turismo 200m Masculino Paracanoagem LTA com o tempo de 00:43.45 e Arildo Conceição (ACI) no K1 200m Masculino Paracanoagem LTA com 00:49.54. No Turismo 200m Paracanoagem Masculino TA/A Carlos Conceição garantiu o ouro no TA com 01:32.22 e Norberto Sans (CRI) ficou com a medalha de ouro no A com o tempo de 01:46.09.

Na prova K1 200m Paracanoagem TA/A foram quatro vencedores: José dos Santos (APEN) na NC com 01:00.80, Fernando Fernandes (AVIC) na A com 01:01.11, Carlos da Conceição (AFC) na TA masculino com o tempo de 01:06.92 e Marta Ferreira (ACI) no TA feminino com 01:15.36.

No Turismo 200m Paracanoagem Masculino e Feminino TA/A José dos Santos (APEN) garantiu o título com 01:46.54 e Arildo da Conceição (ACI) no V1 200m Masculino e Feminino Paracanoagem com o tempo de 01:03.82. Os caiaques usados para as provas de Paracanoagem foram cedidos pela Escolinha do Vit, do atleta Vit Vanicek.

No Master Sebastián Cuattrin (AVIC) ficou com o título no K1 200m Masculino marcando 00:45.70, e ainda garantiu outra medalha de ouro remando com Vit Vanicek (ACARE) no K2 200m Masculino com o tempo de 00:42.16.
Nas provas restantes da categoria Sênior Ariela Pinto (ACEN) e Mayara Pereira (ACEN) garantiram o título no K2 200m Feminino com o tempo de 00:47.26, Erlon Souza (ACC) e Ronilson de Oliveira (AFC) no C2 200m Masculino marcando 00:42.61, Camila Lima (ACC) e Luciana Costa (ACC) no C2 200m Feminino Open com 00:55.86, Edson Silva (GAC) e Hans Mallmann (GAC) no K2 200m Masculino com o tempo de 00:36.13 e o quarteto formado por Gilvan Ribeiro (ACEN), Givago Ribeiro (ACEN),  Jonatan Maia (ACEN) e Michel de Carli (ACEN) garantiu o ouro no K4 200m Masculino marcando 00:34.92

Disputa por associações

Nas disputas entre as 22 associações de canoagem que estiveram presentes no Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade 2010 sagrou-se campeã a Associação Pirajuense de Esportes Náuticos (APEN) com 277 pontos, seguida pela Associação Caxiense de Esportes Náuticos (ACEN) com 174 pontos, e em terceiro lugar Associação de Canoagem Maggi de Pindamonhangaba (ACANOMPI) com 171 pontos.

Efeito Rio 2016

Os Jogos Olímpicos Rio de Janeiro 2016 já começa a ter seus primeiros efeitos na Canoagem Velocidade, e o trabalho de universalização da modalidade em todo o Brasil proporcionada com o apoio da Confederação Brasileira de Canoagem já tem seus frutos.

O que se viu no Campeonato Brasileiro em São Paulo foi um grande crescimento, tanto quantitativo quanto qualitativo das categorias de base da Canoagem Velocidade Brasileira. Segundo o técnico da seleção brasileira de caiaque masculino, Álvaro Koslowski, esses jovens talentos estarão com idade olímpica em 2016 e vem treinando forte para chegar à seleção brasileira principal e consequentemente às Olimpíadas do Rio 2016.

“As categorias Cadete e Junior tiveram ótimos resultados em São Paulo, com tempos muito próximos da categoria principal, demonstrando que o interesse dos jovens na canoagem está em franco crescimento em busca de um lugar no Rio 2016”, destacou.

Arbitragem internacional de alto nível

Outro fato de destaque do evento foi a organização e arbitragem. Estiveram trabalhando em São Paulo 13 árbitros, sendo sete deles árbitros internacionais oficiais homologados à entidade internacional da modalidade (Federação Internacional de Canoagem). 

“Estamos trabalhando com um staff internacional de primeira linha e isto dá muito mais credibilidade ao evento. No continente americano, além do Brasil, apenas Estados Unidos e Canadá possuem um trabalho como este”, ressaltou Christina Lentino Vanicek, supervisora do Comitê de Arbitragem da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa).

Treinamento para Guadalajara

O supervisor do Comitê de Canoagem Velocidade da CBCa, Sebastián Cuattrin, informou que após o Campeonato Brasileiro os atletas das seleções de canoagem seguirão para a concentração e treinamento visando os Jogos Pan-americanos de Guadalajara 2011.

“Agora no começo de dezembro a seleção masculina de caiaque se concentrará em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, a feminina seguirá para São Bernardo do Campo, em São Paulo, e a seleção de canoa se reunirá no Rio de Janeiro para começar os treinamentos intensivos visando as medalhas no México”, informou.

Confira todas as informações, resultados e fotos sobre o evento no link:
http://www.cbca.org.br/newcbca/evento/pagina/eventos_id/244/paginas_id/325

 

 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes
Curta - EA no Facebook