Expectativas dos três jovens canoístas brasileiros em Londres 2012

Ana Sátila, atleta mais jovem de toda a delegação brasileira, estreia nesta segunda-feira na Canoagem Slalom/ Foto: CBCa/DivulgaçãoAna Sátila, atleta mais jovem de toda a delegação brasileira, estreia nesta segunda-feira na Canoagem Slalom/ Foto: CBCa/Divulgação

Londres- Foram anos de muitos treinamentos exaustivos, diversas longas viagens pelo mundo atrás das principais competições e muito tempo longe da família e dos amigos. Contudo, todo esse esforço foi feito para chegar até aqui nas Olimpíadas, sonho de milhões de atletas pelo mundo afora, mas realizado apenas por muito poucos. Agora todo esse sonho começa a se tornar realidade para três brasileiros a partir desta sexta-feira, dia da abertura oficial dos Jogos Olímpicos Londres 2012.

 

Ana Sátila, atleta mais jovem de toda a delegação brasileira com apenas 16 anos de idade, será a representante brasileira na Canoagem Slalom. Descoberta em Primavera do Leste, no Mato Grosso, e atual campeã pan-americana, ela é vista com um dos grandes talentos mundiais na modalidade e sua estreia em Jogos Olímpicos está marcada para esta próxima segunda-feira (30) na eliminatória do K1 Feminino, que serão disputadas no Lee Valley White Water Centre, local onde serão disputadas as provas de Canoagem Slalom em Londres.
 
“Aqui em Londres eu espero ganhar muita experiência e aprender bastante com os outros canoístas olímpicos. Com certeza, também será uma grande oportunidade para eu me preparar melhor ainda para o Rio 2016”, disse a canoísta.
 
De acordo com o técnico Ettore Ivaldi, a preparação para Londres começou no dia seguinte do Pan-americano de Canoagem Slalom disputado no começo do ano em Foz do Iguaçu, no Paraná. “Depois disso participamos de etapas da Copa do Mundo na Europa competindo com os melhores países e agora já estamos trabalhando no Canal Olímpico de Londres para aprimorar a técnica”, contou.
 
Ainda de acordo com Ivaldi o futuro da Canoagem Slalom Brasileira está no caminho certo de crescimento com atletas jovens de muito potencial. “O projeto da Confederação Brasileira de Canoagem é muito interessante para o resultado esportivo de cada um como atleta e como pessoa”, disse.
 
Dupla da Canoagem Velocidade em busca da final olímpica- A Canoagem Velocidade é uma modalidade com grande domínio dos atletas europeus, com destaque para países como Hungria, Alemanha e Polônia. Porém, uma dupla brasileira vem se destacando entre os europeus nas competições internacionais da modalidade.
 
Atuais campeões pan-americanos e medalhistas nas últimas etapas da Copa do Mundo de Canoagem Velocidade 2012, o baiano Erlon Silva e o paulista Ronilson Oliveira seguem com a forte preparação em busca da medalha na final olímpica.
 
“Há quatro anos estava em Ubatã, na Bahia, começando a descobrir a canoa olímpica. Ver hoje grandes atletas competindo é emocionante, e ainda ter a oportunidade de ser um deles em Londres me deixa muito feliz e orgulhoso por poder representar o meu país”, destaca Erlon Silva. Já Ronilson Oliveira pede que a torcida os ajude na conquista deste sonho olímpico. “Peço que vibrem muito e torçam por todos nós brasileiros aqui Londres”, completou.
 
O técnico Pedro Sena destaca a preparação dos atletas para a competição com o apoio recebido pela CBCa, Comitê Olímpico Brasileiro e Time Rio. “Conseguimos aperfeiçoar a preparação dos atletas estando presentes em todos os eventos principais da Canoagem Velocidade em 2012 e isso proporciona uma vivência maior dos nossos atletas com os seus adversários em Londres”, ressaltou.
 
A dupla brasileira estreia na eliminatória do C1 Masculino 1000m da Canoagem Velocidade no dia 7 de agosto no Eton Dorney Rowing Centre, local das disputas da Canoagem Velocidade e das provas de Remo.
 

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Curiosidades de Londres

Curta - EA no Facebook