Confederação Brasileira de Canoagem divulga ranking da modalidade Slalom

A Canoagem Slalom é uma das modalidades que mais cresce e se estrutura na Confederação Brasileira de Canoagem / Foto:  Divulgação A Canoagem Slalom é uma das modalidades que mais cresce e se estrutura na Confederação Brasileira de Canoagem / Foto: Divulgação São Paulo - A Canoagem Slalom é uma das modalidades que mais cresce e se estrutura na Confederação Brasileira de Canoagem. Neste ano foi lançado o Projeto Selo de Qualidade que consiste basicamente na utilização da mesma metodologia de trabalho em quatro núcleos de Estados distintos: Macaé (RJ), Primavera do Leste (MT), Estância Turística de Piraju (SP) e Foz do Iguaçu (PR).

Estes núcleos se responsabilizaram em transformar a realidade quantitativa e qualitativa da base da Canoagem Slalom do Brasil inserindo de forma organizada mais 80 (oitenta) atletas em cada um dos quatro centros de desenvolvimento. Este Projeto fez com que o Brasil alcançasse patamares numéricos muito próximos às realidades dos Estados Unidos e Canadá, que são os principais adversários do Continente Americano.

O Ranking Nacional da primeira e segunda divisões, foi outra inovação que deu certo e que serve para demonstrar quais são os atletas da base e de ponta em que o Brasil deve prestar atenção visando os Jogos Olímpicos de 2016 e 2020. Por exemplo, tornou-se incontestável que as duas maiores revelações deste ano, em virtude do número de medalhas de ouro,  foram: Guilherme Schena Dias Rodrigues, de Foz do Iguaçu e Nathália Siqueira Marangoni, da Estância Turística de Piraju, ambos com 11 anos de idade, ainda pertencentes à categoria infantil, os quais conquistaram 10 medalhas de ouro, cada, no Circuito Nacional, com  participações vitoriosas em caiaques, canoas simples e canoas duplas.

 “Sem dúvida a análise mais organizada e precoce dos atletas da base, possibilita uma maior atenção por parte da CBCa ao desenvolvimento dos principais talentos desportivos nacionais, assim como quais são os centros nacionais que mais investem em novos canoístas, que é de fundamental importância para se conseguir em um futuro próximo resultados realmente expressivos. Sem o investimento na base, iríamos continuar com os resultados pouco expressivos dos últimos anos” -  comentou o Presidente da Confederação Brasileira de Canoagem – João Tomasini Schwertner.

De acordo com o Ranking Nacional da segunda divisão os centros que mais investiram na base foram:

•    Instituto Meninos do Lago – IMEL – de Foz do Iguaçu, que obteve 4.922 pontos;
•    Associação Pirajuense de Esportes Náuticos – APEN – da Estância Turística de Piraju, com 3001 pontos;
•    Associação Primaverense de Canoagem – APC – de Primavera do Leste, com 1.293 pontos;
•    Associação Educativa de Esportes e Meio Ambiente - AEEMA – de Macaé, com 796 pontos;
•    Associação Três Coroense de Canoagem – ASTECA – de Três Coroas, com 684 pontos;
•    Águas Radicais, de Brotas, com 135 pontos
•    Associação Piracicabana de Canoagem – ASCAPI – de Piracicaba, com 116 pontos;

Já na Primeira Divisão, os três principais centros foram:

•    Associação Pirajuense de Esportes Náuticos – APEN – da Estância Turística de Piraju, com 1.906 pontos;
•    Instituto Meninos do Lago – IMEL – de Foz do Iguaçu, que obteve 1.840 pontos;
•    Associação Três Coroense de Canoagem – ASTECA – de Três Coroas, com 1.273 pontos;

Os atletas que mais de destacaram no Circuito Nacional da Primeira Divisão foram os veteranos gaúchos Gustavo Selbach (ASTECA/Três Coroas-RS) líder do K1 Masculino Sênior com 138 pontos e Cássio Petry (ASTECA/Três Coroas-RS) no C1 Masculino Sênior com 150 pontos. No Júnior o canoísta Pedro Henrique Gonçalves (APEN/Piraju-SP) lidera o K1 Masculino com 150 pontos e Leonardo Curcel (IMEL/Foz do Iguaçu-PR) no C1 Masculino com 135 pontos.

No feminino a canoísta presente em Pequim 2008, Poliana Aparecida de Paula (APEN/Piraju-SP) lidera no K1 Feminino Sênior com 145 pontos com Barbara Rossi (IMEL/Foz do Iguaçu-PR) no topo do K1 Feminino Junior com 60 pontos. Na canoa dupla Cassiano Alfredo e Wellington Munhoz (DEC/São José do Rio Pardo-SP) lidera o C2 Masculino Sênior com 110 pontos e a dupla Pedro Avansi e Rafael Souza (ASCAPI/Piracicaba-SP) lidera na Junior com também 110 pontos.

O grande destaque do ano e promessa para 2012 e 2016 foi o jovem atleta Pedro Henrique Gonçalves, da Estância Turística de Piraju, que conquistou no Campeonato Brasileiro realizado no mês de dezembro o primeiro lugar na geral, colocando vários segundos nos demais atletas brasileiros, demonstrando estar pronto para conquistar a tão sonhada vaga para os Jogos Olímpicos de Londres, que acontecerá no Campeonato Pan-americano, a ser realizado em Foz do Iguaçu, na segunda semana de março de 2012.

Para conferir os ranking completos da Canoagem Slalom favor acessar o link:

http://www.cbca.org.br/newcbca/pagina/index/nome/ranking/id/49

Eventos esportivos / Entidades Mundiais

Rugby campeão

Brasil é campeão do Sul-Americano 6 Nações

 
 

 

 
Mascotes

Mais lidas da semana

Curta - EA no Facebook